15/03/2017 às 22h15min - Atualizada em 15/03/2017 às 22h15min

José Medeiros defende a criação da Universidade de Barra do Garças no Senado Federal

Assessoria
O senador José Medeiros (PSD-MT) é autor do requerimento para debater a importância da criação da Universidade Federal de Barra do Garças (UNIBARÇAS), que foi aprovado nesta terça-feira (14.03), na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH). “Trata-se de reivindicação antiga da comunidade acadêmica local e da população dos municípios da região e, nesse sentido, é nosso papel dar voz aos interessados, a fim de melhor entender o potencial de desenvolvimento, tanto para a região quanto para o estado e para o país”, argumentou o senador.

Segundo José Medeiros, ao defender a criação da UNIBARÇAS, lembrou que ela aconteceria por meio do desmembramento do Campus da Universitário do Médio Araguaia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). “Precisamos levar ao interior do país novas instituições públicas, promover o crescimento das já existentes e dar à população dessas localidades a oportunidade de desenvolver, por meio do acesso a conhecimentos acadêmicos, mecanismos de melhoria dos padrões de qualidade de vida, que refletirão, inevitavelmente, no desenvolvimento sustentável dessas localidades”, defendeu o parlamentar.

Conforme dados apresentados pelo senador, das 63 universidades federais brasileiras, apenas uma está situada no Mato Grosso, apesar de o estado ter uma população de 3,2 milhões de habitantes e ser o terceiro estado brasileiro em extensão territorial. “A título de comparação, o Mato Grosso do Sul, com território menor e população menos numerosa, de 2,6 milhões de habitantes, dispõe de duas universidades federais de expressão nacional”, comparou o mato-grossense.

José Medeiros apresentou para o debate na CDH as seguintes autoridades: Roberto Ângelo de Farias, prefeito de Barra do Garças; Miguel Moreira da Silva, presidente da Câmara Municipal de Barra do Garças; Myrian Serra, reitora da UFMT; Paulo Jorge da Silva, pró-reitor do Campus Universitário do Médio Araguaia da UFMT. Além disso, um representante do Ministério da Educação (MEC).
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.9%
23.7%
1.3%