10/03/2013 às 12h51min - Atualizada em 10/03/2013 às 12h51min

Documentário sobre os enigmas da Serra do Roncador

Olhar Direto
Olhar Direto

O primeiro documentário-filme contando os enigmas da Serra do Roncador foi lançado, sábado (9) às 19 horas, no anfiteatro da prefeitura de Barra do Garças, 509 km de Cuiabá. A produção é de Genito Santos, que está se tornando o primeiro cineasta do Vale do Araguaia. O docufilme conta entre os enigmas do Roncador, o sumiço do coronel inglês Percy Harrison Fawcett, em 1925, que veio a Mato Grosso a procura de uma civilização perdida e desapareceu.

O documentário fala sobre o homem-primitivo da Serra do Roncador que era uma das buscas de Fawcett. A produção demorou cinco anos para ser concluída desde as pesquisas, entrevistas até a parte de elaboração do filme com apoio do governo do estado através da Secretaria de Cultura o seu trabalho virou filme.

“Eu decide lançar primeiro aqui para prestigiar a região de Barra do Garças que recebe centenas de turistas a procura destas lendas. Depois o documentário será lançado em Cuiabá e em Brasília”, acrescentou. A semana está sendo corre-corre para o artista que está visitando as faculdades para convidar os alunos, professores e autoridades da cidade para prestigiarem o lançamento do filme.

O enredo do documentário abre contando um pouco sobre as lendas e enigmas que atraem pesquisadores, ufólogos e místicos para região. As fontes utilizadas foram de depoimentos de pesquisadores, índios, sertanistas e habitantes da região que de uma forma ou de outra tiveram contato com os enigmas da Serra do Roncador que tem esse nome, pois diz a lenda que dentro da serra existe uma civilização.

Além da lenda de que Fawcett estaria vivo, o filme procura resgatar a história de que o inglês realmente morreu na região, porém não se sabe atacado por índios ou por causa de uma doença.
A lenda de Fawcett inspirou vários filmes inclusive a série Indiana Jones e deve voltar a tela grande em breve com um longa-metragem de Brad Pitt. O ator esteve em 2009 na região do Araguaia, porém teria se interessado mesmo de filmar em Bonito-MS.

Genito destacou que o lançamento do documentário vai abrir mais uma porta para a cidade de Barra do Garças que pode trabalhar com mais afinco o turismo ufológico e místico. “Hoje centenas de cidades pelo mundo afora vive do turismo de visitação e estudos e nossa região tem potencial para isso”, finalizou. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.6%
75.2%