Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
11/01/2012 às 14h40min - Atualizada em 11/01/2012 às 14h40min

Votação da lei sobre ficha limpa faz ex-prefeito colocar as `Barbas de monho´

Notícias NX
Nx Noticias

Em Nova Xavantina e em dezenas de municípios de Mato Grosso, a discussão sobre as eleições de outubro estão atrasadas. Motivo: a espera. O Supremo Tribunal Federal (STF) deve analisar duas ações diretas de constitucionalidade e um pedido de declaração de inconstitucionalidade contra a Lei da “Ficha Limpa” – aquela que proíbe políticos condenados por crimes contra a administração pública tentar cargos eletivos. Os julgamentos são esperados para logo após o recesso do STF, que termina no dia 6 de fevereiro. Ainda assim, tem muitos lugares em que o debate segue no chamado “banho maria”.

O eventual candidato do PP de Nova Xavantina, o ex-prefeito Robison Aparecido Pazetto, também espera ansiosamente o resultado final desta decisão. Pazetto foi condenado por crime eleitoral e responde a outros vários processos, cujo, um dos mais graves, é o envolvimento com a família Vedoin por causa da "máfia dos sanguessugas", esquema que desviava recursos federais para compra de ambulâncias com preço superfaturado a partir de emendas parlamentares. Recentemente a justiça pediu os bloqueios dos bens do ex-prefeito por fazer da "máfia dos sanguessugas".

O fantasma do “Ficha Limpa” fez Robison Pazetto recolher politicamente. O ex-prefeito não está tão animado como estava no final do ano de 2011 aonde chegou fazer várias aparições em eventos do município, patrocinando festas e fazendo reuniões com sua base. Tudo indica que o ex-prefeito colocou as “barbas de molho” esperando a decisão do supremo, ao qual, caso ser aprovada a lei, nem sua esposa, a ex-primeira-dama Vanusa Pazetto, não poderá ser candidata, uma vez que ambos foram condenado pelo mesmo crime.

Desde novembro de 2011, as ações sobre a constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa chegaram a ser incluídas na pauta do Supremo três vezes, mas o risco de haver empate - já que Rosa Maria Weber ainda não tinha assumido a 11ª cadeira da corte - fez os ministros empurrarem a decisão para este ano. Agora, a votação é aguardada o quanto antes uma vez que os partidos se preparam para disputar as eleições municipais.

Veja matéria completa do envolvimento de Robison Pazetto no esquema do “sanguessugas” na 5º Edição do Jornal NotíciasNX que circulará em Nova Xavantina dia 21 de janeiro.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90