Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
06/11/2022 às 06h31min - Atualizada em 06/11/2022 às 06h31min

Governador vai à COP-27 reforçar MT como a região do mundo que mais produz e preserva

Mauro Mendes e secretários vão mostrar ações e metas do Estado para produção sustentável e preservação ambiental

Araguaia Notícia
Lucas Rodrigues - SecomMT
ARAGUAIA NOTÍCIA 


O governador Mauro Mendes vai participar da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2022 (COP-27), que ocorrerá em Sharm El-Sheikh, no Egito.

Mauro Mendes estará fora do país de 9 a 20 de novembro. Ele irá reforçar no evento a posição de Mato Grosso como a região do planeta que mais produz alimentos com respeito ao meio ambiente, e que põe em prática ações concretas e metas ousadas de redução de carbono.

“Temos o maior projeto de descarbonização em andamento no Brasil. Nosso plano de ação é reduzir as emissões de carbono em 80% até 2030 e neutralizar essas emissões até 2035, ou seja, 15 anos antes das metas adotadas na maior parte do mundo. E isso é possível porque estamos trabalhando em 12 eixos desde o início da gestão. Não é um mero projeto, mas um plano de ação que já está sendo colocado em prática”, explicou.

Na COP-27, a delegação mato-grossense terá um stand junto aos demais estados que compõem o Consórcio da Amazônia Legal.

Durante a semana, o governador e os demais representantes participarão de coletivas de imprensa, mesas temáticas, reuniões com investidores e apresentações de metas e resultados de iniciativas já em campo, como a Estratégia PCI (Produzir, Conservar e Incluir) e programas REM (REDD Early Movers) e Page (Parceria para Ação em Economia Verde).

“Temos muitos ativos ambientais e precisamos mostrar isso ao mundo. Mato Grosso tem 62% do território inteiramente preservado, mesmo sendo o estado brasileiro líder em produção, que alimenta mais de 300 milhões de pessoas em todo o mundo. Nenhum estado dos grandes países produtores preserva tanto”, pontuou.

Prova disso, segundo o governador, são os dados positivos na redução do desmatamento ilegal e a forte atuação para a proteção das nossas florestas. As ações contra os crimes ambientais receberam mais de R$ 165 milhões em investimentos do Governo do Estado desde 2019.

“Reduzimos o desmatamento ilegal na Amazônia em 85% nos últimos 20 anos. Somente neste ano, o desmatamento ilegal em Mato Grosso reduziu 47%, segundo os dados do INPE. E isso é fruto de uma política de tolerância zero ao crime, que conta com monitoramento por satélite praticamente em tempo real, que verifica a infração e possibilita responsabilizar quem atua na ilegalidade. Só esse ano, emitimos mais de R$ 1,2 bilhão em multas, que geram consequências concretas aos responsáveis ”, pontuou.

Além dos resultados positivos, o governador vai mostrar ao mundo as potencialidades de Mato Grosso como um modelo de bioeconomia, já reconhecido inclusive por especialistas climáticos globais.

Um exemplo dessa potencialidade é que, mesmo sendo o maior produtor de soja, milho e algodão do país, Mato Grosso pode expandir e muito sua produção sem precisar derrubar novas áreas, por meio da conversão da área de pastagens e agricultura regenerativa.

Outro carro-chefe é mostrar o avanço da produção de biodiesel, outro produto liderado por Mato Grosso, com estimativa de produção de 3,6 bilhões de litros neste ano.

“O biodiesel é o combustível mais limpo e sustentável. Nós somos recordistas de produção e criamos políticas públicas, como redução de impostos e isonomia em incentivos, que tem atraído mais indústrias. Nossa energia elétrica é gerada por fontes hídricas, renováveis. Ou seja, temos diversos ativos ambientais para mostrar ao planeta e nos consolidarmos como uma grande potência que une a produção com a preservação do meio ambiente”, relatou.

Também acompanharão o governador no evento: a primeira-dama Virginia Mendes; os secretários de Estado Rogério Gallo (Casa Civil), Mauren Lazzaretti (Meio Ambiente) e Maurício Munhoz (Ciência Tecnologia e Inovação); além de representantes da Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas, Ministério Público e outras instituições.

As despesas de todos os membros da delegação que não atuam como servidores do Governo de Mato Grosso serão custeadas de forma particular pelos mesmos.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90