28/06/2022 às 19h10min - Atualizada em 28/06/2022 às 19h10min

Três pessoas são indiciadas e poderão responder por homicídio culposo de filho de prefeita de Baliza

Homicídio culposo é aquele que ocorre quando não há a intenção de matar

Clênia Lima | Rede da Notícia
Imagem: redes sociais
Clênia Lima | Rede da Notícia

A Polícia Civil indiciou três pessoas por homicídio culposo decorrente de um acidente de trabalho, ocorrido em Baliza (GO), que vitimou João Victor Nolasco, de 21 anos, filho da prefeita do município.

O acidente ocorreu no dia 28 de janeiro de 2022, quando o jovem sofreu uma descarga elétrica ao manusear uma betoneira.

João Victor era empregado de um prestador de serviços em uma obra de reforma na Escola Estadual Dr. José Feliciano Ferreira.

A investigação policial, coordenada pelo delegado Fábio Marques, concluiu que o equipamento manuseado pela vítima, estava em péssimo estado de conservação, além de constatar que a empresa contratada não fornecia equipamentos de proteção individual (EPI) aos funcionários.

Diante do levantamento investigativo, foram denunciados o empresário dono da empresa contratada, o prestador de serviço terceirizado e a diretora da escola responsável pela fiscalização do contrato.

De acordo com a investigação, todos tiveram uma parcela de culpa no resultado morte, fato que deverá ser individualizado em eventual condenação pelo Poder Judiciário.

Dos três indiciados, a fiscal da obra e o mestre de obras, são moradores da cidade, já o empresário é da cidade de Goiânia (GO).

No decorrer das investigações, a Polícia Civil levantou indícios da prática de outros crimes, como possível associação criminosa e crimes licitatórios, com suposto envolvimento de outras pessoas da região.

“Estamos concluindo essa investigação”, afirmou o delegado Fábio Marques.
Notícias Relacionadas »
Comentários »