03/07/2014 às 10h53min - Atualizada em 03/07/2014 às 10h53min

Prefeitura de Araguaiana Amplia Saúde

Prefeitura Municipal de Araguaiana
Prefeitura Municipal de Araguaiana

A Unidade Básica de Saúde (UBS) de Araguaiana passa por ampliação, mais uma conquista da Prefeitura Municipal (2013 – 2016), juntamente com a Secretaria de Saúde em parceria com o Governo Federal. A ampliação é resultado de um cadastro realizado no ano de 2013 diretamente no site do Ministério da Saúde. A obra está orçada em 176.826,04, o governo entra com aproximadamente 83% e o município com 17%.
A ampliação traz benefícios ao PSF que já existe no município e com o novo prédio construído funcionará o NASF (Núcleo de Apoio à saúde da Família), que já integra também o serviço de saúde do município, porém com o novo prédio facilitará seu desenvolvimento.
O NASF deve ser constituído por profissionais de diferentes áreas de conhecimento para atuarem no apoio e em parceria com os profissionais da equipe de Saúde da Família. Em Araguaiana já se conta com alguns profissionais, tais como, assistente social, psicóloga, fisioterapeuta, dentre outros e que atenderão no novo prédio.
Para a secretária de Saúde, Vera Dantas, a ampliação trará benefícios ao cidadão. Vai assegurar melhor atendimento à população Araguaianense, melhor estrutura para os profissionais e conforto ao usuário. Desse modo oferecemos estrutura mais digna. Segundo o Prefeito José Marra, “a importância da ampliação é clara, oferecer serviço de saúde ainda mais adequado e atender as necessidades dos Araguaianenses”. O Vice – prefeito Carlos do Indea enfatizou que a cidade estava precisando de uma estrutura do tipo para atender melhor os cidadãos e que está satisfeito.
A ampliação ainda contempla o aumento do consultório odontológico, sala dos agentes da saúde. E ainda sala em que poderá ser realizadas reuniões, planejamentos de ações e até palestras, visando melhor rendimento do trabalho da saúde em Araguaiana.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.5%
1.4%