05/05/2022 às 16h35min - Atualizada em 05/05/2022 às 16h35min

Mulher é presa acusada de mandar matar namorado fazendeiro em MT

Objetivo da acusada era roubar caminhonete

Araguaia Notícia
G1 MT 
ARAGUAIA NOTÍCIA 


Uma mulher foi presa, nessa terça-feira (3), em Sorriso, a 420 km de Cuiabá, acusada de ser a mandante do assassinato do fazendeiro Inácio Eurico Vogt, em 28 de janeiro de 2020, em Comodoro, a 677 km da capital. As investigações mostram que a intenção da suspeita era roubar a caminhonete do produtor rural.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, a mulher teria um relacionamento amoroso com o fazendeiro. Durante um encontro, a namorada teria deixado a porta aberta e facilitado a entrada dos executores.

Segundo o delegado Getulio Daniel, a namorada sempre fazia visitas ao filho dela que estava preso. Nesses encontros, a mulher conheceu um dos suspeitos e depois combinou o crime. "A suspeita foi a autora mental do crime e atraiu o fazendeiro para o apartamento, com a intenção de se apropriar de seu caminhonete, acabaram ceifando a vida da vítima e responderão pelo crime de latrocínio", disse o delegado.

O delegado disse que ainda não realizou depoimento com a acusada.

Morte do fazendeiro

De acordo com o boletim de ocorrência, os funcionários de um posto de combustível, localizado às margens a BR-364, ligaram para o Núcleo da Polícia Militar de Campos de Júlio, a 73 km de Comodoro, depois que dois homens suspeitos estiveram no estabelecimento para encher um galão de 20 litros de diesel.

Entretanto, segundo os funcionários, os suspeitos deixaram o carro em que estavam distante da bomba e foram a pé para comprar o combustível. Eles aparentavam estar nervosos e tinham comportamento suspeito.

Depois de encherem o galão, os homens seguiram rumo a Comodoro. Após a denúncia, a guarnição da PM foi atrás deles. Quando perceberam que estavam sendo seguidos pelos policiais, aumentaram a velocidade do veículo.

Os policias de Campos de Júlio conseguiram contatar a polícia de Comodoro que ajudou a cercar os suspeitos. Entretanto, quando avistaram a barreira, os suspeitos saíram da estrada, abandonaram o veículo e fugiram pelo mato.

Quando se aproximaram do carro abandonado, os policiais encontraram uma pessoa deitada no banco de trás. A vítima estava amarrada e desacordada. Também havia sangue. Uma equipe do hospital municipal de Comodoro foi até o local e constatou que a vítima estava morta.

Posteriormente, a polícia identificou que se tratava de Inácio Eurico, e que ele era proprietário de uma fazenda em Sapezal. Em contato com a família, os policiais souberam que Inácio saído às 18h e não havia dado mais notícias.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.7%
75.2%