Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
14/02/2022 às 22h53min - Atualizada em 14/02/2022 às 22h53min

Programa Produzir Brasil inicia cadastramento de famílias no assentamento Serra Verde em Barra do Garças

Empresa de assistência técnica rural pode beneficiar mais de 100 agricultores de pequeno porte

Araguaia Notícia
Araguaia Notícia com informações da SECOM-BG

No sábado (12/2), o assentamento Serra Verde recebeu o engenheiro agrônomo e representante da empresa Estrada Assessoria, Thiago Caro Saconi, e o secretário de Desenvolvimento Rural, José Bispo dos Santos, para a apresentação do Programa Produzir Brasil, que visa auxiliar as beneficiadas pela reforma agrária no município de Barra do Garças, prestando assistência técnica especializada.  Durante a reunião, foi dado início ao cadastramento dos agricultores assentados e explanado como será o acompanhamento prestado pela empresa licitada, que se prepara para atender mais de 100 produtores da agricultura familiar. 

O Programa do Governo Federal é uma parceria entre o Ministério da Agricultura, a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), e conta ainda com apoio da Prefeitura Municipal de Barra do Garças, por meio da Secretaria de Indústria e Comércio, Desenvolvimento Rural, Pesca e Aquicultura. 

O engenheiro agrônomo que coordena a equipe regional do Programa, Thiago Caro Sacon, explica que as ações do Produzir Brasil serão desenvolvidas de acordo com o potencial do assentamento e de cada uma das famílias assentadas. “Vamos fazer um diagnóstico participativo com as famílias para entender melhor o que já tem no assentamento, quais são as aptidões de cada uma das famílias e como podemos contribuir de forma coletiva e individual”, disse o engenheiro.

A implementação do Produzir Brasil tem gerado expectativa tanto na administração municipal, quanto nos pequenos agricultores do assentamento. A presidente da Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Assentamento Serra Verde, Selma Alves de Lima Sousa, conta que a presença da equipe técnica do Programa vai suprir uma necessidade de instrução dos moradores que querem produzir. “Nós temos a terra, mas não temos o conhecimento, agora com eles aqui vai ser muito bom”, disse Selma.

A presidente da Associação Independente dos Agricultores Familiares do Assentamento Serra Verde, Núbia Cristina, revelou que há mais de uma década as famílias daquele assentamento não recebiam esse tipo de assistência que foi iniciada com a atual administração municipal. “Nós estamos aqui há 12 anos, praticamente sem assistência técnica, agora já temos o apoio da Prefeitura com a secretaria de Agricultura, e com esse reforço do Programa vai ser de grande valia”, pontuou a agricultora. 

O início do Programa Produzir Brasil não significa a transferência de responsabilidade da pasta de Agricultura para a equipe técnica da empresa licitada. O secretário de Indústria e Comércio e Desenvolvimento Rural, José Bispo dos Santos, afirma que a presença do Programa funcionará como um reforço para atingir as metas da gestão para a valorização do pequeno produtor e o fortalecimento da agricultura familiar. “Vai se manter todo o trabalho que já vinha sendo feito e vamos dar todo suporte para que a empresa de assistência técnica execute o seu trabalho”, completou o secretário.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90