08/11/2021 às 19h23min - Atualizada em 08/11/2021 às 19h23min

Mauro Mendes destaca na Jovem Pan ações para reduzir carbono e ter economia sustentável VEJA VÍDEO

Araguaia Notícia


O governador Mauro Mendes afirmou que as estratégias levadas por Mato Grosso à Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2021 (COP-26) já têm sido colocadas em prática há anos pela atual gestão.

Em entrevista à Jovem Pan, na manhã desta segunda-feira (08.11), o gestor destacou os esforços do Estado em prol de reduzir as emissões de carbono e aprimorar a produção sustentável.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DO GRUPO ARAGUAIA NOTÍCIA PRA RECEBER INFORMAÇÕES EM TEMPO REAL

“Nós no Estado de Mato Grosso somos o maior produtor de alimentos do Brasil e viemos aqui na COP para falar isso, sobre a nossa preservação ambiental e sobre a grande capacidade que Mato Grosso e o Brasil tem de produzir alimentos para nós brasileiros, e para boa parte do mundo que consome os nossos produtos”, disse.

Mauro Mendes reforçou que 62% do território mato-grossense continua totalmente preservado, o que equivale ao território da Nova Zelândia, Dinamarca e Reino Unido, juntos.

Além disso, Mato Grosso reduziu 20,5% do desmatamento ilegal e 52,2% dos incêndios florestais de 2020 para 2021.

“O nosso estado assumiu uma meta um pouco mais ousada, de que até 2035 vamos zerar as nossas emissões de carbono, 15 anos antes da meta global. Isso porque nós já estamos fazendo, tomando uma série de providências há anos para reduzir a emissão de carbono, ter uma economia verde, sustentável, com grande preservação”, destacou.

Para o governador, a discussão sobre o clima é “extremamente importante” e nos últimos anos foram dados sinais “incontestáveis” de mudanças climáticas ocasionadas pelo aquecimento global.

“Isso vai exigir de todos nós um nível de esforço na forma de consumir, na forma de produzir alimentos, e de criar uma nova economia, a economia verde, com baixa emissão de carbono para que nos próximos anos possamos reduzir essa emissão e os efeitos das mudanças climáticas”, finalizou.

Fonte: Lucas Rodrigues / Secom-MT via ARAGUAIA NOTÍCIA 
Notícias Relacionadas »
Comentários »