Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
31/12/2020 às 09h00min - Atualizada em 31/12/2020 às 09h00min

MP compra sistema para desbloquear Iphones e agilizar operações em MT

Aparelhos da Apple são mais difíceis de serem invadidos por criminosos ou forças policiais

Araguaia Notícia


A empresa Techbiz Forense Digital Ltda, especializada em serviços de extração de dados de aparelhos celulares, foi contratada pelo Ministério Público Estadual (MPE) por R$ 2,6 milhões com dispensa de licitação. Esse valor, segundo o órgão fiscalizador, é para aquisição dos sistemas Cellebrite UFED Premium - opção “B”, UFED Premium Pacote 60 Actions com 3 anos de atualização e Cellebrite Pathfinder Enterprise com 3 anos de atualização e suporte.

De acordo com sites especializados em tecnologia, o dispositivo é utilizado para desbloquear Iphones, uma vez que o sistema dos smartphones da Apple são mais difíceis de serem invadidos seja por criminosos ou por forças policiais em casos de investigações legais.A tendência é de que o sistema agilize a extração de dados dos celulares apreendidos em operações policiais, inclusive do Gaeco (Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado).

O ato é assinado por Eunice Helena Rodrigues de Barros, subprocuradora-geral de Justiça Administrativa e foi publicado no Diário Oficial do Estado (Iomat) que circula nesta segunda-feira (28). No documento, a Procuradoria-Geral de Justiça do Estado de Mato Grosso, por intermédio da Subprocuradoria-Geral de Justiça Administrativa do Ministério Público, ratifica e torna pública a contratação da empresa situada em São Paulo, por inexigibilidade de licitação.

Informa ainda que a contratação foi autorizada num processo administrativo. “A presente inexigibilidade de licitação está fundamentada nos termos do artigo 25, inciso I, da Lei Federal nº 8.666/93”, diz trecho da documento. Um dos motivos para a aquisição do sistema seria para dar agilidade em investigações que demandam quebra de dados telefônicos de investigados.

Conforme matéria publicada pelo site PPware em outubro de 2019, a Cellebrite tornou-se famosa por, no impasse entre a Apple e as autoridades norte-americanas em 2016, ter sido um elemento crucial para resolver o caso de um criminoso de San Bernardino, cidade localizada no estado norte-americano da Califórnia.

Em outra matéria publicada em junho de 2019 pelo site MacMagazine, foi relatada a volta da Cellebrite anunciando que poderia invadir qualquer device  iOS ou Android. Segundo a publicação, a firma israelense” anunciou um novo produto chamado UFED Premium, que ela diz ser capaz de invadir qualquer dispositivo iOS ou Android — um prato cheio para órgãos governamentais/policiais”.

UFED significa Universal Forensic Extraction Device e, segundo a Cellebrite, ele é capaz de extrair dados de qualquer  iPhone/iPad rodando desde o iOS 7 até a última versão pública. Ttambém funciona com  modelos high-end de marcas como Samsung, Huawei, LG e Xiaomi.

Fonte: Welington Sabino 
Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90