21/09/2017 às 17h41min - Atualizada em 21/09/2017 às 17h41min

UFMT é a melhor universidade do Estado, segundo Ranking Universitário Folha 2017

RDNews
A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) é a melhor instituição de ensino superior do Estado, segundo o Ranking Universitário Folha (RUF) de 2017 em lista que aponta as 195 melhores instituições públicas e privadas de ensino superior do país. No levantamento, a UFMT obteve expressivo resultado nacional, alcançando o 33º lugar na classificação geral e mantendo a terceira colocação na região Centro-Oeste.

Os dados que compõem os indicadores de avaliação do RUF são coletados por uma equipe da Folha em bases de patentes brasileiras, em bases de periódicos científicos, em bases do MEC e em pesquisas nacionais de opinião feitas pelo Datafolha.

O índice foi publicado nesta segunda (18) pela Folha de S. Paulo. As 195 universidades do país foram avaliadas em cinco grandes áreas: ensino, inserção no mercado de trabalho, pesquisa, internacionalização e inovação. Neste ano, a avaliação passou por revisão e a nota final, que totaliza 100 pontos, foi redimensionada: a pesquisa equivale a 42% da nota; o ensino, 32%; o mercado de trabalho, 18%, a internacionalização e a inovação, 4% cada um.

Nestes cinco quesitos, a UFMT avançou em quatro: ensino (de 24,11 para 24,27), mercado (de 13,96 para 14,54), inovação (de 1,69 para 1,82) e internacionalização (de 2,25 para 2,49). Os cursos mais se sobressaíram neste ano, com relação ao mesmo ranking no ano anterior foram: Direito (de 31º em 2016 para 27º), Engenharia Ambiental (de 32º em 2016 para 28º), Farmácia (de 49º em 2016 para 30º), Medicina (de 32º em 2016 para 21º), Publicidade e Propaganda (de 39º em 2016 para 23º) e Nutrição (de 21º em 2016 para 18º).

“O ranking da Folha de S. Paulo demonstra que a UFMT está no caminho certo. A cada avaliação aumenta sua posição e muda, principalmente, fatores, e itens que a Universidade entende como desafio, que é o caso da inovação, da internacionalização, mantendo o avanço do ensino”, destaca a reitora, professora Myrian Serra.

“Vemos esse indicador como uma notícia muito boa porque representa a UFMT como a terceira instituição da região Centro-Oeste, atrás apenas da Universidade de Brasília [UnB] e da Universidade Federal de Goiás [UFG]”, completa. Para entender mais sobre como é feito o ranking das universidades acesse o site do RUF 2017. 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%