17/11/2016 às 08h48min - Atualizada em 17/11/2016 às 08h48min

CDL cancela Natal da Sorte em Barra do Garças por causa da crise

Araguaia Notícia
Reprodução

A campanha Natal da Sorte de prêmios, criada para aquecer as vendas de final de ano que inclusive já deu vários carros em Barra do Garças, foi cancelada neste ano pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) alegando crise e falta de adesão das grandes empresas da cidade. A decisão foi tomada por unanimidade pela diretoria, segundo informou o presidente da CDL José Vitorino Neto.

Ele explicou que o ‘mar não está pra peixe’ em função da crise econômica que afeta o país e acaba refletindo no comércio e salientou que seis das maiores empresas da cidade não quiseram aderir à promoção neste ano. “Claro que a crise pegou, mas tivemos a desistências de empresas grandes que decidiram realizar a própria campanha de prêmios”, frisou.

O cancelamento da campanha Natal da Sorte não agradou a comunidade e atrapalha também as vendas de final de ano conforme avaliação do ex-presidente da CDL José Alves Piedade. O ex-presidente pondera que a campanha sempre aqueceu as vendas no final de ano e que o comércio precisa desta ‘ferramenta’ para estimular as vendas e reagir a crise.

Vitorino rebate as críticas do ex-presidente dizendo que a campanha de prêmios também ficou sem ser realizada por quatro anos na gestão de José Piedade na CDL.

Com relação as dificuldades financeiras, Vitorino ressaltou que a diretoria decidiu construir a sede da CDL na avenida Salomé até mesmo para sair do aluguel, cujo valor já chegou a ser de R$ 10 mil. “Fizemos uma renegociação para diminuir o aluguel que pesa para entidade e vamos trabalhar terminar a sede”, destacou.

Em meio a esses questionamentos, a CDL terá eleição em novembro e até momento somente Vitoriano se dispõe a continuar no cargo. José Piedade disse que não pretende disputar a presidência.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.2%
4.5%
17.2%
77.0%