21/04/2011 às 22h32min - Atualizada em 21/04/2011 às 22h32min

MPF investiga favorecimento de políticos em obtenção de Rádios e TVs

Notícias Daqui/Walter Junior
Ilustração Ilustração

O Ministério Público Federal, através da Procuradoria Geral da República instaurou inquérito Civil Público para apurar possíveis irregularidades na obtenção de concessões de canais de rádio e televisão em diversos Estados da Região Amazônica por parte do Senador Gilvan Pinheiro Borges.

Os processos foram abertos nos estados do Amapá, Pará, Tocantins e Maranhão em resposta a denúncia do então deputado Camilo Capiberibe.

No dia 06 de março de 2007, o deputado estadual Camilo Capiberibe (PSB) denunciou na Assembléia Legislativa do Amapá o pedido de 321 concessões de canais de rádio e TV em nome de familiares de Gilvan Borges. No mesmo dia o site do Correa Neto publicou um post denunciando o esquema.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.7%
16.9%
77.3%