26/07/2021 às 16h12min - Atualizada em 26/07/2021 às 16h12min

Dupla que matou policial militar espancado em distribuidora é identificada

Olhar Direto
Araguaia Notícia
Os dois homens que mataram o soldado da Polícia Militar de Mato Grosso, Roberto Rodrigues de Souza, na madrugada desta segunda-feira (26), foram identificados. São eles: o mecânico Diego Marques Simão, 30 anos, e Alan Schuller.

Roberto morreu após ser agredido pelos dois homens com socos e chutes na cabeça, em uma distribuidora, localizada na avenida Mário Andreazza, em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá). O agente de Segurança Pública teria ido usar o banheiro no estabelecimento, quando houve o desentendimento com os acusados.

Em nota, a distribuidora ‘Espaço VIP’ esclareceu que os envolvidos não estavam no estabelecimento consumindo bebidas ou se divertindo.  Eles estariam voltando de outro lugar e só pararam no local para usar o banheiro, onde começaram a discutir.

Câmeras de segurança mostram que o policial foi dar um soco em um dos homens e os dois partiram para cima do soldado, que não conseguiu se defender.

Após alguns socos, o policial caiu ao chão e os criminosos continuaram a chutá-lo, principalmente na região da cabeça. Duas mulheres que os acompanhavam tentaram sem muito sucesso contê-los. 

Depois disto, os amigos perceberam a demora e foram até o local, descobrindo o que havia acontecido. O soldado chegou a ser socorrido para o Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG).  Porém, não resistiu aos ferimentos. 

Soldado Rodrigues ingressou na Polícia Militar em novembro do ano de 2015. O militar estava lotado no 2º Comando Regional de Várzea Grande, chegou a trabalhar no GAP (Grupo de Apoio) do 4º Batalhão e atualmente trabalhava no Núcleo de Polícia Militar de Acorizal.  

O militar era solteiro e deixa três filhos pequenos. O Comando Geral da PM lamentou o óbito.  
 
O sepultamento está marcado para 17 horas, no Cemitério Recanto da Paz, no bairro Jardim dos Estados, em Várzea Grande.  

A Delegacia de Homicídios (DHPP) investiga o caso. 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.4%
18.5%
74.4%