30/08/2020 às 17h59min - Atualizada em 30/08/2020 às 17h59min

Mauro Mendes envia 12,9 milhões de medicamentos aos municípios de Mato Grosso

O governo do estado está empenhado em reduzir os casos e recuperar ao máximo de pessoas infectadas

Durcy Arévalo | SES - MT
ARAGUAIA NOTÍCIA


Mais de 60 municípios já receberam medicamentos que tratam os sintomas leves da Covid-19. A distribuição é feita gradativamente pelo Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT). Os compostos adquiridos e distribuídos são: Azitromicina, Invermectina, Dipirona em gotas e em comprimido. 

A ação foi pactuada em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) e beneficiará os 141 municípios do Estado. No total, serão enviadas 12.997.059 unidades de medicamentos, de forma gradual, conforme a SES recebe os componentes das indústrias.

Com o investimento de aproximadamente R$ 8 milhões, foi realizada a aquisição de uma quantidade equivalente a 350 mil kits. Destes, 35 mil kits serão utilizados no Centro de Triagem da Covid-19. A disponibilização aos municípios começou no dia 19 de agosto.

 

“Essa aquisição foi feita com o objetivo de auxiliar os municípios que têm dificuldade para a compra de medicamentos. Alguns já fazem essa iniciativa desde março. Mais de 90 municípios já oficializaram pedido por meio de cadastro, demandando essa ajuda por parte do Estado. Reforço ainda que nenhum medicamento pode ser distribuído sem prescrição médica e consentimento do paciente”, enfatiza o Secretário de Estado de Saúde, Gilberto de Figueiredo.

Por meio da ação de distribuição de medicamentos e testes, o Governo contribui para o diagnóstico e tratamento precoces da doença e, consequentemente, a redução do contágio pelo vírus no Estado e o agravamento dos quadros clínicos.

Os medicamentos disponibilizados pelo Governo seguem o protocolo orientado e aprovado por membros do Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública. O grupo é composto por representantes da Secretaria de Estado de Saúde, gabinete de situação do Governo do Estado de Mato Grosso, Assembleia Legislativa, Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso, Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Mato Grosso, Secretaria de Assistência do Município de Cuiabá e pela Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá.

De acordo com a SES, os municípios receberão quantidades proporcionais de cada medicamento ao número de habitantes. Cuiabá (2.694.800) e Várzea Grande (1.062.942) ocupam, respectivamente, o primeiro e o segundo lugares na escala de municípios com maior recebimento de medicamentos.

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.4%
5.3%
18.2%
75.2%