Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
15/11/2013 às 16h54min - Atualizada em 15/11/2013 às 16h54min

Mec avalia população total de Barra do Garças e Pontal do Araguaia para abrir curso de medicina

Olhar Direto
A Gazeta do Vale

A reitoria da Univar (Faculdades Unidas do vale do Araguaia), com sede em Barra do Garças, pleiteia junto ao Ministério da Educação (MEC) a abertura de um curso de medicina. No entanto, precisa convencer o ministro Aloísio Mercadante a abrir uma exceção e permitir que o município receba o curso, mesmo tendo população inferior a 70 mil habitantes, mínimo exigido pelo governo federal. O tema foi tratado na última semana, em Brasília.

De acordo com o deputado federal Júlio campos (DEM-MT), que intermedeia junto com o senador Blairo Maggi (PR-MT) e com o deputado Wellington Fagundes (PR-MT) as negociações entre a Univar e o MEC, a universidade possui quase três mil alunos e oferece cursos de odontologia, nutrição. A solução apontada é fazer com que o MEC aceite a soma dos municípios da região.

“Barra sozinha tem 57 mil habitantes, só que ao lado, Pontal do Araguaia, somando, já dá mais de 70 mil. Se colocar a cidade do lado de Goiás, Aragarças, já vai a 100 mil habitantes. É uma região estratégica, abrange Goiás e Mato Grosso. Essa região merece. É um polo. Foram vários municípios vizinhos num raio de 100 kms que daria mais de 300 mil habitantes.

Segundo o deputado, a Univar já possui todo o corpo técnico, médicos, enfermeiros e um hospital em condições de ser um hospital escola. “Falta apenas uma boa vontade do MEC de abrir esta exceção, que é considerar a população de Pontal do Araguaia e Aragarças para contar com barra do Garças”, ressalta.

Júlio cita os casos de Cuiabá e Várzea Grande, que em muitos casos não são consideradas cidades individuais para efeitos de investimentos públicos.

“Cuiabá, Várzea Grande e Livramento está tudo emendado. Várzea Grande tem cinco pontes e agora vão fazer a sexta ponte ligando com Cuiabá. É uma cidade gêmea. O aeroporto de Cuiabá está em Várzea Grande, parte do setor industrial está em Várzea Grande. Temos que falar em área regional”, justifica.

A solicitação foi feita pelo prefeito de Barra do Garças, Roberto Ângelo de Farias, pelo diretor da Univar, Marcelo Soler, e o jornalista João Bosco de Aquino Araújo. A Univar tem mais de dez cursos. Para os outros cursos não há exigência de população mínima de 70 mil habitantes.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90