06/03/2019 às 15h34min - Atualizada em 06/03/2019 às 15h34min

Secretaria de Turismo explica sobre fechamento de parte da área do Porto do Baé no Carnaval

Assessoria
ARAGUAIA NOTÍCIA


A Secretaria Municipal de Turismo esclarece que pedestres não foram impedidos de chegar a nenhum estabelecimento, ocorre que por motivos de segurança e seguindo orientação da Polícia Militar, juizado da infância e adolescência e do Corpo de Bombeiros, o evento tem de ser feito com o fechamento metálico com portal magnético possibilitando a revista na entrada dos foliões, e para evitar que um objeto seja transformado em arma, não é permitido a venda de garrafas de cerveja, por exemplo. 

O fechamento foi idealizado desta forma porque uma kitnet que tem saída para o terreno ao lado de um comércio, em que a proprietária fez reclamações em mídias sociais, teve que ficar fora do fechamento pois não era possível controlar a entrada destes objetos, pois os moradores sairiam direto dentro do carnaval. Lembrando que este não foi o único estabelecimento que ficou fora da área fechada, todos ficaram fora do cercamento, porém funcionaram normalmente, apenas não tinham o trânsito de veículos até a porta. 

Importante destacar que o Porto do Baé é um local público para a realização de eventos e é necessário fazer adaptações para atender as exigências das autoridades para garantir a segurança do público, que no caso, são milhares de pessoas. A secretaria tinha autorização para fechar o trânsito para realizar o carnaval, bem como fechar o evento para fazer a revista, as medidas surtiram efeito e durante todo o evento, com média de 12 mil pessoas por dia, segundo a PM, não teve nenhuma ocorrência com brigas ou pessoas sofrendo ferimentos.

Outro ponto, a área da rampa, o tráfego de carros foi restrito, mas foi mantido o acesso de pedestres e todos com muito movimento e os barcos também tiveram acessos. Vale ressaltar que muitos comerciantes elogiaram a forma utilizada, o empresário Renato Araújo, sócio de três estabelecimentos comerciais nas imediações fez questão de parabenizar a organização, por realizar um evento grande sem recursos e que o movimento foi grande no período, infelizmente pelas questões já citadas, não foi possível atender e satisfazer a todos.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%