Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
05/10/2018 às 07h24min - Atualizada em 05/10/2018 às 07h24min

Justiça Eleitoral proíbe festa em Barra do Garças pró-Bolsonaro e impõe multa de R$ 100 mil

Empresário disse que a intenção não era prejudicar o processo eleitoral e substituiu o tema da festa

Olhar Direto / Assessoria
Araguaia Notícia
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) proibiu a realização da festa “Bolsolitro”, evento “open bar” de vodka que tem o intuito de promover a candidatura do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) em Barra do Garças.
 
A decisão foi proferida pelo juiz Jackson Coutinho, que estipulou multa de R$ 100 mil em caso de descumprimento. O anúncio da festa informava que os participantes que fossem vestindo camisa amarela não pagariam entrada.
 
No entendimento do juiz, o evento nesses moldes de assemelha ao “showmício”, modelo de evento de campanha já proibido pela legislação eleitoral.
 
O evento estava marcado para sexta-feira (5), na boate Cabannas, dois dias antes da eleição. Em seu facebook, o empresário Renato Araújo afirmou que o evento foi cancelado por determinação do TRE, mas assegurou que a casa abrirá normalmente, com outro evento que ainda deve ser divulgado.

Em outra publicação, o empresário lamentou a decisão e disse que vai continuar a lutar por um Brasil melhor. "Fizemos o possível mas a Justiça pediu para cancelar o nome do evento. Vamos cancelar. Mais vamos continuar a lutar um Brasil melhor".

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90