22/08/2018 às 20h59min - Atualizada em 22/08/2018 às 20h59min

Roberto Farias assina convênio e obra do Residencial Carvalho será retomada no início de setembro

O superintendente da CEF esteve em Barra do Garças liberando os recursos necessários para concluir as 1.450 casas do conjunto habitacional

Assessoria
Araguaia Notícia
Uma boa notícia para as famílias que aguardam com ansiedade o sonho da casa própria com a conclusão do Residencial Carvalho I, II e III. Nesta quarta-feira (22), o prefeito Roberto Farias e o superintendente da Caixa Econômica Federal em Mato Grosso, Moacyr do Espírito Santo, assinaram o convênio de R$ 55 milhões a retomada das obras, que acontece na primeira semana de setembro.

O reinício das obras foi uma batalha incansável do prefeito Roberto Farias desde a paralisação dos serviços, entre 2013 e 2014. De lá para cá, o prefeito realizou várias viagens à Brasília e Cuiabá para cobrar o término do Residencial que beneficiará 1.436 famílias já sorteadas pela Secretaria de Assistência Social dentro de um rigoroso critério de necessidade de cada família.

Durante as idas e vindas a Brasília, o prefeito acompanhou a judicialização da obra pelo Ministério Público Federal (MPF); foi recebido em audiência pelo ministro das Cidades, Alexandre Baldy e fez reiterados pedidos a Superintendência da Caixa Econômica Federal, em Cuiabá, para que as obras fossem retomadas para garantir o acesso das famílias à casa própria.

“Conseguimos um dos maiores projetos do programa Minha Casa Minha Vida com quase 2 mil residências, entregamos cerca de 500 casas e restava a segunda etapa do Residencial Carvalho I, II e III, que se iniciou em 2014, mas um problema com a construtora obrigou a Caixa a fazer um acordo com a Justiça e melhorar a estrutura com aquecedores solar, que economizará mais energia. É uma casa inteligente com economicidade. Hoje é um dia feliz com essa boa notícia. É um presente aos 70 anos de Barra do Garças”, destacou Roberto Farias. 

Para o superintendente da Caixa econômica Federal, Moacyr do Espírito Santo, a retomada das obras do Residencial Carvalho I, II e III é um grande marco para Barra do Garças. Segundo ele, a parceria Prefeitura, Caixa e Ministério da Cidade, irá gerar também mais emprego com o investimento de R$ 55 milhões nos próximos 12 meses.

“Vai gerar emprego, vai gerar renda e mais do que isso, vai gerar benefício a população que está esperando por essa casa. Nós teremos um novo bairro em Barra do Garças com mais de 1.4 00 mil casas, onde vão morar mais de 5 mil pessoas. Estamos cumprindo mais uma missão com essa parceria com o município”, disse o superintendente, lembrando de sua passagem por Barra do Garças no exercício da gerência da Caixa e a dívida que possuía com o município.

Conclusão

No ato da assinatura do convênio para a retomada das obras das casas populares, o superintendente da Caixa fez uma previsão otimista de conclusão das 1,4 mil casas. Segundo ele, a empresa que ficará responsável pela execução dos trabalhos prevê um prazo de 12 meses, no entanto, devido ‘velocidade’ dos serviços, os conjuntos devem ser entregues em tempo menor. “Não há problemas com os recursos. Eles estão garantidos e a própria pessoa pode fiscalizar o andamento. Tudo foi atualizado para a garantia da conclusão”, reforçou.

O vice-prefeito Weliton Marcos, os secretários Agvailton Alves Júnior (Planejamento Urbano e Obras), Mônica Porto (Turismo); Luceli Torres (Finanças); Paulo Henrique (Pesca e Aquicultura); Fabiano Dalla Agnol (Agricultura); George Maia (Gabinete); Mauro Piauí (Planejamento) e Vander Lima (Comunicação) e os vereadores Dr. Joãozinho, Jaime Neto, Dr. Neto, Francisco Garrincha e Gustavo Nolasco, prestigiaram a assinatura do convênio, que contou também com as presenças do secretário Nacional de Estruturação do Turismo, Totó Parente, e dos prefeitos de General Carneiro, Marcelo Aquino e de São Félix do Araguaia, Janailza Taveira, e do ex-deputado federal Ricardo Corrêa.
Notícias Relacionadas »
Comentários »