19/11/2017 às 22h55min - Atualizada em 19/11/2017 às 22h55min

Brasileira desaparecida na Bélgica é de Barra do Garças

Ronaldo Couto
Araguaia Notícia
Uma brasileira de 55 anos está desaparecida há quase um mês na Bélgica. Emília Rosa Vilarinho, 55 anos, saiu de casa para receber um dinheiro no banco e desapareceu deixando a família bastante apavorada.

Ela é de Barra do Garças-MT e mora há doze anos na Bélgica na cidade de Saint-Gilles perto de Bruxelas. A filha dela, Nara Vilarinho, está mobilizando amigas na Europa para ajudar nas buscas da mãe e agora pede apoio do governo brasileiro através da embaixada em Bruxelas para localizar a brasileira desaparecida.

Emília chegou na Bélgica para trabalhar como doméstica e hoje vive de um benefício social que conseguiu junto ao governo belga após sofrer um acidente naquele país.

No dia do desaparecimento, ela conversou com a filha através do Facebook. As duas conversaram de madrugada (em função do fuso horário) quando Emília reclamou das ameaças do ex-marido e falou que iria no banco no dia seguinte pegar o beneficio e depois disso ela sumiu e a casa dela na Bélgica está fechada.

A história de Emília na Europa começa ainda solo brasileiro na cidade de Barra do Garças onde mora a família. Uma amiga dela que estava indo para Bélgica a convidou para se mudar e tentar a vida no ‘velho continente’. As duas foram e estão lá há mais de doze anos. Ultimamente aumentou o número de brasileiros que se mudam para Portugal, Espanha, França e até mesmo Bélgica em busca de empregos e estabilidade financeira. Com Emília não foi diferente.  

Em 2008, ela retornou ao Brasil para oficializar o casamento com um belga e a cerimonia foi realizada no cartório de 2º ofício na cidade de Aragarças-GO. Só que o relacionamento, segundo a família, não prosperou e separação veio nos últimos anos. Um dos motivos seria a ingestão de bebida alcoólica e a violência do ex com a brasileira.

 “Eu estou muito preocupada porque ela reclamou comigo no face de ameaças do ex. A polícia belga foi avisada só que pelo jeito não deu muita importância pra o caso ou não querem comentar com a família. Agora nós queremos o apoio do governo brasileiro localizar a minha mãe”, explicou Nara.

A filha esteve no domingo à noite, aqui em Barra do Garças participando de um culto na Igreja Assembléia de Deus, para pedir orações para mãe aparecer. “Eu sinto que ela está viva e pode estar num lugar precisando de ajuda”, completou.

No passado, Emília esteve internada por alguns dias porque surtou após ficar sabendo das amigas que estavam sendo assassinadas na Europa principalmente brasileiras. “Ela pode estar nas ruas ou num abrigo por isso queremos ajuda do governo brasileiro”, completou Nara.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

2.4%
3.7%
20.1%
73.8%