Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
11/07/2017 às 18h01min - Atualizada em 11/07/2017 às 18h01min

Advogado de família tradicional de Barra do Garças morre em acidente na Br 070

Cristovão Esteves era um apaixonado por música e gravou com a lenda viva do jazz: Jeff Berlin

Ronaldo Couto / Araguaia Notícia
Uma colisão entre uma carreta e um veículo Pálio na Br 070 perto do distrito de Ponte Alta, no sábado (8/7), vitimou fatalmente o advogado Cristovão de Jesus Luiz Esteves, 50 anos. Filho do coronel reformado Luiz Esteves conhecido DCT, Cristovão estava passando alguns dias com a família aqui em Barra do Garçs e retornava de carro sozinho para Goiânia quando aconteceu a batida por volta das 14 horas.

A colisão foi tão forte que o advogado morreu na hora e a carreta ficou tombada com a carga de alimentos sendo saqueada por pessoas que passavam pela rodovia. Um fato lamentável e para aumentar o desrespeito saquearam até mesmo o falecido. A família conta que até mesmo os pertences do advogado – já morto dentro do carro - foram levados como aparelho celular, carteira com documentos e dinheiro. E por causa disso, a polícia teve dificuldade em identificá-lo fato que somente aconteceu dez horas depois do acidente.

“Algumas pessoas quando souberam do ocorrido confundiram que o acidente teria sido acontecido comigo, mas foi com o meu primo”, conta Gabriel Esteves, que também é advogado e atua na área previdência e foi candidato a vereador em Barra do Garças em 2016. Gabriel é filho do Francisco Esteves. Gabriel disse que a família está muito abalada pela morte do Cristovão que era uma pessoa muito atenciosa e gostava muito de artes.

Natural de Rio Branco no Acre, Cristovão se formou em Direito no Rio de Janeiro com pós-graduação em docência do Ensino Superior e Direito Público; músico apaixonado por guitarra e que morou por sete anos nos Estados Unidos. Em solo americano, fez pesquisas sobre os ex-presidentes e as primeiras-damas e ajudou na produção de uma TV a cabo.

Com gosto refinado para música, poesia, artes plásticas, esporte, ciências e artes marciais. Na música, Cristovão realizou duas gravações: um compacto disco em 1984 e um CD em 2007. Neste último trabalho, gravou ao lado de grandes nomes da música americana com destaque para Jeff Berlin (lenda viva do jazz). O advogado gostava mesmo era de ser reconhecido como cantor, poeta, e guitarrista.

Na juventude, foi tenente pára-quedista do Exército; fez curso de mergulhador e diretor de cinema e tinha uma paixão também por artes marciais: Karate, Judô, Boxe, Capoeira, Jiu-jitsu.

Cristovão foi velado e sepultado aqui em Barra do Garças no cemitério central.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90