04/07/2017 às 18h20min - Atualizada em 04/07/2017 às 18h20min

Taxa de iluminação de Barra do Garças estava defasada e novo índice entra em vigor em 2018

Apesar da atualização do índice, a TIP de Barra do Garças é mais barata por exemplo do que na cidade de Água Boa

Assessoria
A prefeitura de Barra do Garças divulgou na terça-feira (4/7) uma nota esclarecendo que o projeto de lei aprovado na Câmara Municipal trata da uma readequação na tabela de alíquota da taxa de iluminação pública, que é a mesma aplicada desde 2009, estando totalmente defasada.
 
A atualização dos índices é para equilibrar um déficit no fundo que custeia a manutenção da iluminação pública, pois com os atuais índices o custo do serviço é maior que a arrecadação, impossibilitando a realização de melhorias no fornecimento e modernização deste serviço essencial a população, uma dessas melhorias é a troca das atuais lâmpadas por Led, mais econômica e sustentável, dentre outros investimentos.
 
Importante destacar que mesmo com a atualização, que será aplicada somente a partir do dia 01 de janeiro de 2018, Barra do Garças continuará tendo uma das taxas de iluminação pública mais baixas do estado, um exemplo é a comparação com o município de Água Boa, onde a tarifa residencial com consumo de KWh/mês de 51-100 é de 6%, em Barra do Garças mesmo com o ajuste ficará em 3% (51 a 70) e 4% (71 a 100); Em residências com consumo entre 101-200 Água Boa tem a tarifa de 8% enquanto Barra, com a readequação ficará em 5% (até 140) e 6% (141-200). O projeto isenta consumidores com até 30KWh com a tarifa social.
 
Vale ressaltar que a iluminação pública é um serviço de extrema importância para o bem-estar da comunidade. Ela permite o desenvolvimento econômico de uma região, atraindo comércio, turismo e promovendo mais segurança em toda a cidade, além do lazer, permitindo que os habitantes desfrutem de praças e demais espaços públicos noturnos.
 
A lei aprovada terá validade somente em 2018.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.6%
75.2%