17/03/2017 às 20h25min - Atualizada em 17/03/2017 às 20h25min

Depois de 3 anos, treinador Kiko Araujo deixa o clube Araguaia

Globo Esporte
O técnico Kiko Araújo pediu demissão do comando técnico do Araguaia logo após a derrota por 2 a 0 para o Operário FC pela última rodada do Campeonato Mato-Grossense. Mesmo com a derrota, o Galo da Serra se manteve na elite, e o Tricolor foi rebaixado por ter um saldo negativo de gols maior que o time de Barra do Garças.

- Infelizmente não conseguimos fazer uma boa campanha este ano. Tivemos muita dificuldade, mas apesar de tudo conseguimos concretizar o nosso objetico com êxito, que era deixar o Araguaia na primeira divisão. - destacou o técnico Kiko Araújo em entrevista por telefone.  

Kiko Araújo  ficou três temporadas à frente do Araguaia, conquistando o vice-campeonato da segunda divisão do Mato-Grossense em 2015 e o acesso à elite do futebol estadual para o ano seguinte.  

Em 2016, o treinador levou o Galo da Serra à semifinal do Mato-Grossense e conquistou a vaga para a Série D do Brasileirão 2016/2017. 

Na atual temporada, as dificuldades financeiras, falta de estrutura, e com jogadores novos e caseiros, atrapalharam o planejamento do clube, que não teve o mesmo rendimento das temporadas anteriores e brigou contra o rebaixamento. No segundo semestre o Araguaia tem novamente a Série D, agora resta saber como será o planejamento do clube para a competição nacional. 

- Foram três anos bons, obtivemos conquistas importantes, como o acesso à elite do Mato-Grossense e o feito de levar um clube de Barra do Garças a disputa da Série D do Brasileirão após 22 anos.- concluiu. 

O Galo da Serra estreia na Série D do Brasileirão no dia 21 de maio contra o Sete de Dourados-MS, a equipe mato-grossense é a mandante, mas o local ainda não foi definido. O Araguaia está no Grupo A11 ao lado de Aparecidense-GO, Luziânia-DF e Sete de Dourados-MS.   
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%