31/08/2018

VEJA VÍDEO: Barra do Garças realiza atividade contra o fumo; agentes alertam que narguile mata mais rápido do que cigarro

Saúde

Uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde, com respaldo do prefeito Roberto Farias, esteve no centro de Barra do Garças promovendo uma atividade conta tabagismo, no dia 29 de agosto que é o dia nacional de combate ao fumo.  A concentração foi realizada em frente ao Banco do Brasil na praça do Garimpeiro.

Agentes de saúde fizeram exames preventivos e entregaram folhetos falando sobre os malefícios do cigarro.  Os profissionais da saúde de Barra do Garças alertaram também a juventude sobre uso de narguilé (objeto utilizado para usar várias fragrâncias e fumo ao mesmo) que é muito mais prejudicial do cigarros. “Tem jovens que acham bonito fumar narguile, mas é como tivesse fumando mais de cem cigarros ao mesmo tempo, porém muito mais prejudicial e devastador a saúde humana”, alertou uma agente de saúde.
 
No dia 29 de agosto é comemorado, no Brasil, o Dia Nacional de Combate ao Fumo, uma data instituída em 1986 pela lei nº 7488, que foi criada com o objetivo de conscientizar e mobilizar a população sobre os riscos decorrentes do uso do cigarro.
 
De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tabagismo é a principal causa de morte evitável no planeta, sendo considerado, portanto, um problema de saúde pública. Estima-se que cerca de 200 mil pessoas morram todo o ano no Brasil em decorrência do fumo. Esse valor salta para cerca de 4,9 milhões em perspectiva mundial.
 
O cigarro, assim como outros derivados do tabaco, não possui uma quantidade segura de consumo. Somente na fumaça desse produto, por exemplo, encontramos mais de 4.700 substâncias tóxicas, algumas inclusive cancerígenas. O alcatrão e a nicotina são exemplos dessas substâncias maléficas ao organismo. Essa última substância age como estimulante do sistema nervoso central, eleva a pressão sanguínea e a frequência cardíaca, diminui o apetite e desencadeia náusea e vômito.
 
Já o alcatrão, que é formado por várias substâncias, está ligado a doenças cardiovasculares, câncer, entre outras.
 
O tabagismo pode desencadear cerca de cinquenta problemas de saúde, dentre os quais, destacam-se: infarto do miocárdio, enfisema pulmonar, derrame, câncer de pulmão, traqueia, laringe e brônquio; impotência sexual no homem, infertilidade da mulher, hipertensão e diabetes. Estima-se que 90% das pessoas que desenvolvem câncer de pulmão apresentem como fator responsável o fumo, sendo importante destacar que as chances de cura para essa doença são bastante baixas.
 
As pessoas que não fumam diretamente também correm sérios perigos. Os chamados fumantes passivos, quando comparados a grupos que não possuem contato com o tabaco, possuem risco aumentado de desenvolver câncer de pulmão e doenças cardiovasculares e respiratórias, como a asma e pneumonia. Além disso, bebês de mães fumantes podem nascer prematuramente ou então apresentarem baixo peso após o nascimento.




Link
Assista também »
Comentários »