27/10/2015 às 14h14min - Atualizada em 27/10/2015 às 14h14min

Fiscalização apreende 735 kg de pescado irregular

Néia Rondon/O Repórter do Araguaia
Néia Rondon/O Repórter do Araguaia

Policia Militar Proteção Ambiental do estado de Mato Grosso, SEMA e Policia Militar de São Félix do Araguaia/MT, realizou nesta manhã (26) uma operação conjunta, onde apreendeu 735,24 kg de pescados irregulares, na Colônia dos Pescadores, Z-7, no setor Vila Alta (Morro do Mosquito), por falta de documentação administrativa sendo ela:
- Ausência de GTCP - Guia de Trânsito e Controle de Pescado, documento exigível ao empreendedor que estoque ou comercialize pescado.

De acordo com a fiscal da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), receberam uma denuncia anônima e foram averiguar os fatos os fiscais constataram que existiam no interior de dois freezers 735,24 kg unidades de peixes da espécie Pirarucu.

Todo o pescado e os freezers foram apreendidos e encaminhados para a 2ª CIA da Policia Militar de São Félix do Araguaia – MT, onde serão doados para Instituições filantrópicas da região. “É crime ambiental a falta de documentos para o pescado ou peixes que estejam abaixo ou acima da medida permitida de captura”.

odo o pescado e os freezers foram apreendidos e encaminhados para a 2ª CIA da Policia Militar de São Félix do Araguaia – MT, onde serão doados pelos fiscais para entidades filantrópicas, hospitais, creches e abrigos. A Colônia dos Pescadores também receberá multa administrativa no valor R$ 22.000,00 por falta de CNPJ. “É crime ambiental a falta de documentos para o pescado ou peixes que estejam abaixo ou acima da medida permitida de captura”.

SEMA agradeceu a participação da Polícia Militar local nessa operação de combate à pesca predatória nos rios da bacia Araguaia e disse que as ações de fiscalização serão intensificadas nesse período, nos rios e estradas que cortam a região.
A piracema em Mato Grosso inicia no dia 01 de novembro e vai até 28 de fevereiro nos rios da bacia hidrográfica do Araguaia-Tocantins. Já na bacia hidrográfica dos rios Paraguai e Amazonas, a proibição teve inicio no dia 05 de novembro de 2014, se estendendo também até o dia 28 de fevereiro de 2015. Nesse período está proibida a pesca nos rios de Mato Grosso, inclusive na modalidade pesque e solte, para que os peixes possam reproduzir e façam a desova rios acima.


 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
4.8%
16.7%
77.2%