26/10/2015 às 16h44min - Atualizada em 26/10/2015 às 16h44min

Vereador diz que processo para afastar prefeito está pronto

Ronaldo Couto
Reprodução

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Aragarças Eduardo Peres Pacheco (Dudu) disse que o processo para afastar o prefeito Aurélio Mendes (PSDB) do cargo está pronto e depende de assinatura de populares para ser apreciado no plenário.

Durante entrevista na Tv Serra Azul, Dudu negou que esteja protegendo o prefeito tucano e confirmou o recebimento de seis denúncias encaminhadas pelo Ministério Público e mais um ofício do juiz comunicando que Aurélio teria descumprido uma ordem judicial para comprar medicamento para um idoso. 

O ofício foi enviado pelo juiz Samuel João Martins e pede providências à Câmara. Na época, o magistrado até bloqueou o valor de R$ 150,00 da conta da prefeitura para adquirir o medicamento do aposentado. Aurélio teria ferido o que dispõe à Lei 201/67 que diz que, nesse caso, o gestor municipal pode ser julgado pelo Poder Judiciário independente do pronunciamento da Câmara.

Dudu disse que ao ser notificado pelo juiz sobre a atitude do prefeito, encaminhou o documento à Assessoria Jurídica e o processo foi montado. “Nós esperamos que algum cidadão assine a denúncia na Câmara para que os vereadores possam votar o pedido de afastamento do prefeito”, ponderou Dudu.

Segundo o presidente, o processo prevê o afastamento imediato de Aurélio e instauração de uma CPI parra apurar as denúncias sobre malversação de recursos na saúde. Todavia, Dudu acha pouco provável que essa matéria entre em tramitação hoje (26/10) e explicou que terá que abrir prazo para defesa do prefeito.

Esse pedido deve ficar para o início de novembro. O presidente da Câmara rebateu críticas e disse que não é omisso com relação ao prefeito que é um dos investigados na Operação Tarja Preta que apura fraudes de superfaturamento de medicamentos em Goiás.

O procurador da Prefeitura de Aragarças, Alex Leão, (primo do vice, Léo Leão) diz que esse assunto já está superado. “Se tratava de um Mandado de Segurança que já foi contornado. Foi um lapso da Secretaria de Saúde”, explica Léo a sua maneira.

Na semana passada, por telefone, Aurélio disse ao site Araguaia Notícia, que é perseguido pela promotora Vânia Marçal e voltou afirmar que não tem nada de errado em sua administração. Sobre o Tarja Preta, ele alega que a denúncia contra ele foi arquivada por 3 votos a 0 em Brasília.

Se o processo de afastamento de Aurélio entrar na pauta dificilmente ele será afastado. Hoje, o tucano conta com apoio de sete dos 11 vereadores da Câmara, inclusive o presidente da Câmara Dudu faz parte da base aliada do prefeito.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.2%
4.4%
17.2%
77.2%