22/10/2015 às 13h54min - Atualizada em 22/10/2015 às 13h54min

Guarda mata bandido durante tentativa de assalto

VINÍCIUS LEMOS / MIDIA NEWS
Midia News

Um bandido foi morto, no início da tarde desta quarta-feira (21), em Várzea Grande, no momento em que tentava assaltar a Casa Domingos, comércio de atacado, localizado na Avenida da FEB.

De acordo com testemunhas, dois bandidos tentaram assaltar o estabelecimento, por volta de 13h.

Porém, a tentativa foi frustrada após o guarda reagir à ação dos criminosos e fazer vários disparos de revólver.

Um dos assaltantes, de 26 anos, foi atingido na cabeça por dois tiros e morreu no local. O outro está foragido.

A Polícia Militar está realizando buscas na região para tentar achar o assaltante.

O bandido que morreu no local ainda não foi identificado. O Instituto Médico Legal (IML) realizará perícia no corpo.

Segundo as informações, o assaltante que morreu estava em liberdade monitorada, pois usava uma tornozeleira eletrônica.

A Casa Domingos é de propriedade do ex-prefeito de Várzea Grande, Murilo Domingos (PR) e seu irmão, Toninho Domingos.

Vigia que atirou em assaltante se apresenta à DHPP (Atualizada às 17h30)

O vigia da Casa Domingos, que atirou no assaltante, se apresentou, no fim da tarde desta quarta-feira, na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Aos policiais, ele alegou legítima defesa. Disse que o bandido tentou roubar-lhe o revólver, mas ele reagiu e atirou.

 Conforme o segurança, o assaltante, que estava usando tornozeleira eletrônica, seria conhecido pelo roubo de armas de seguranças. O alerta teria sido feito por colegas de outras empresas.

Os policiais que atenderam a ocorrência informaram que o revólver usado pelo assaltante tinha sido roubado de uma empresa de segurança.

 O homem estava com um capacete – ele havia deixado uma motocicleta estacionado no pátio de um posto de combustível localizado nas proximidades. O veículo foi apreendido pelos policiais da DHPP.

O vigia entregou a arma dele – um revólver calibre 38 –, pertencente à empresa de segurança para a qual trabalha.

Como se apresentou de forma espontânea, ele foi indiciado e liberado para responder pelo crime de homicídio em liberdade.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
4.8%
16.7%
77.2%