19/10/2015 às 20h23min - Atualizada em 19/10/2015 às 20h23min

Cantora de funk é presa acusada de ligação com assassinato

JAD LARANJEIRA DA REDAÇÃO
Midia News

A cantora de funk Talita Almeida Batista, de 26 anos, conhecida como "MC Lokinha", foi presa momentos antes de entrar no palco, na madrugada de domingo (18), em uma casa noturna de Sinop (500 km ao Norte de de Cuiabá).

A cantora estava sendo investigada há vários meses, acusada de envolvimento em um homicídio.

O mandado de prisão preventiva contra a artista foi expedido pelo juiz Otávio Vinicius, da Várzea Grande.

A prisão foi feita por agentes da Delegacia de Roubos e Furtos e da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Sinop, por volta das 2h.

MC Lokinha já tinha o mandado de prisão expedido desde o dia 8 de outubro.

Ela seria atração principal da festa. Sua prisão, no entanto, não chegou a causar tumulto, outros cantores se apresentaram e o evento continuou normalmente.

Ela é suspeita de integrar uma quadrilha de traficantes.

Um homem, que não teve o nome revelado, é investigado por suspeita de ligações com Talita Batista.

Segundo a Polícia Judiciária Civil, o caso tramita em segredo de Justiça.

A cantora foi encaminhada por policias da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) para prestar depoimento em Cuiabá. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.2%
4.5%
17.2%
77.0%