01/05/2011 às 17h40min - Atualizada em 01/05/2011 às 17h40min

Padre proibe venda de bebida na festa de Santo Antônio

A medida entra em vigor neste ano

Olhar Direto
Reprodução Padre proibe bebida na festa de Santo Antônio

A festa de Santo Antônio, padroeiro de Barra do Garças, no mês de junho, terá algumas novidades neste ano. Uma delas, referente aos leilões, que serão realizados na rua enfrente a paróquia. Porém, a novidade que causou mais surpresa foi à proibição da venda de bebida alcoólica na festa do santo, conhecido como santo casamenteiro. O padre responsável pela festa, Eloir Inácio de Oliveira, anunciou a decisão da paróquia de proibir a venda de bebida alcoólica em todo recinto da festa.

Eloir fez questão de explicar a medida, para que não causar mais polêmica no futuro. O religioso argumenta que não fica bem para uma festa de santo, onde as pessoas estão ali para rezar e se divertir, existir a ingestão de bebida alcoólica. Ele afirmou também, que a bebida muitas vezes faz mal para as pessoas e o dinheiro arrecadado com a sua venda, não seria correto para igreja.

A decisão também é extensiva para a praça da Matriz onde ficam as barracas de alimentação. O padre não falou nada sobre as barracas de jogos, se serão permitidas ou não durante o evento. Os leilões serão realizados num espaço maior, na rua enfrente a paróquia com direito a um palco.

Sobre as medidas anunciadas, o religioso pediu a compreensão das pessoas para que aproveitem outros aspectos da festa como os leilões, pratos típicos, brincadeiras, missas e novenas que serão realizadas, em vez da bebida alcoólica.

A festa de Santo Antônio será iniciada dia 1º de junho e irá até o dia 13 de junho que é consagrado ao santo. A comemoração desta festa em Barra do Garças começou quando a cidade ainda era apenas um povoado, em 1924 com o fundador da cidade, Antônio Cristino Cortes, devoto de Santo Antônio graças a um milagre que a família dele alcançou na época.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.2%
4.4%
17.2%
77.1%