09/10/2015 às 12h36min - Atualizada em 09/10/2015 às 12h36min

Universitário é preso acusado de comandar assaltar a residência

Adilson Rosa / Midia News
Midia News

O estudante de Direito J.H.A., de 23 anos, e um amigo dele, D.D.Q., de 30, foram presos acusados de participar de um assalto numa residência na Rua Pádua, no bairro Jardim Itália, zona nobre de Cuiabá.

Segundo as informações, universitário, o amigo e mais dois comparsas fizeram uma família inteira refém, para roubar diversos pertences e um Fiat Pálio prata.

O assalto ocorreu na noite de quinta-feira (8), por volta das 21h30, no momento em que o dono da casa, um empresário, chegava em seu Voyage e abria o portão de entrada.

A prisão dos dois ocorreu cerca de uma hora depois, após as vítimas fazerem o rastreamento de dois celulares roubados.

Pela localização, os aparelhos apontavam uma casa no CPA II, justamente onde foram presos os suspeitos.

Eles foram reconhecidos pelas vítimas: um que estava armado com um revólver e o outro que recolhia os pertences.

O estudante e o amigo estavam numa motocicleta Honda Fan preta. Os outros dois bandidos não foram localizados

O carro roubado foi localizado no bairro Recanto das Seriemas, próximo ao bairro Dr. Fábio, região da Morada da Serra.

Conforme o proprietário da casa, ele abria o portão para guardar o carro, quando foi rendido por três bandidos, que saíram de um matagal próximo.

Em seguida, apareceu um quarto assaltantes e eles obrigaram o dono da casa a guardar o carro e fechar o portão.

“Havia mais três pessoas da família em casa. Todas foram rendidas e trancadas num dos quartos. Um dos bandidos estava armado com um revólver e ficava vigiando a porta. De vez em quando, eles revezavam. Outro era encarregado de colocar os pertences em sacolas”, disse o dono da casa.

Os ladrões fugiram num Fiat Pálio, que estava na garagem, levando aparelhos de TV de tela grande, jóias, roupas, pertences de maior valor e os celulares com rastreadores, que ajudaram a localizar os dois bandidos.

Na delegacia, o estudante de Direito negou que tivesse participado do assalto. Alegou que estava numa palestra na Unirondon, onde estuda.

Ele disse que, após a palestra, voltou para casa na moto. E, no caminho, teria achado os dois celulares, que estavam jogados no chão. Ele teria pegado os dois telefones e levado para o amigo desbloqueá-los.

O outro homem preso também negou a participação no assalto. Disse que o estudante de Direito o procurou para desbloquear os celulares que tera achado na rua.

Os dois foram autuados por roubo.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
4.7%
16.8%
77.2%