09/10/2015 às 07h42min - Atualizada em 09/10/2015 às 07h42min

Passa bem criança salva em piscina por bombeiro e deve receber alta nesse fim de semana

Ronaldo Couto
Carlos Gomes

Um milagre! É assim que familiares estão definindo o que aconteceu na vida de Gustavo Lima de Oliveira, o menino de dois anos e meio, que ia morrendo afogando numa piscina em Barra do Garças e foi salvo por um bombeiro que estava de folga.

O pequeno Gustavo demonstrou uma força de vontade para viver enorme e já saiu da UTI e está sendo acompanhado numa quarto do Pronto Socorro de Barra do Garças e deve receber alta nesse final de semana. “Ele está muito bem e os médicos disseram que ele não ficará com nenhuma seqüela graças a Deus”, disse o pai Divino.

O pai ainda bastante emocionado com o ocorrido chora e agradece a todos que se empenharam no salvamento do filho. “Deus tem um propósito na vida do Gustavo e por isso ele colocou o bombeiro Roni naquele lugar e todos que ajudaram na seqüência”, acrescentou Divino.

O afogamento ia acontecendo no clube da Polícia Civil, dia 03/10, quando a família se preparava para ir embora por volta das 19 horas a mãe e o irmão de 14 anos perceberam que Gustavo estava junto e foram procurá-lo e nesse momento entrou em ação o sargento Roni do bombeiro que estava de folga e se encontrava no mesmo clube. Usando uma lanterna ele conseguiu ver a criança já no fundo da piscina e iniciou o trabalho de massagem para reanimá-lo.

Vale destacar que os bombeiros da viatura (oxigênio) e o trabalho dos médicos e enfermeiros do Pronto Socorro também foram importantes para que o menino não ficasse com nenhuma seqüela.

Nessa foto do Carlos Gomes, o médico vem pegar a criança ainda na viatura do bombeiro para iniciar o trabalho de atendimento na Pronto Socorro.

A polêmica que surgiu com relação a esse caso foi um vídeo postado na rede social onde aparece o trabalho de salvamento do menino que causou certo constrangimento na família. “É muito doloroso lembrar desse assunto e imagina com esse vídeo. Eu acho que ele não seria necessário.

Eu agradeço ao bombeiro Roni e todos que salvaram a vida do meu filho”, completou o pai.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
4.7%
16.8%
77.2%