06/10/2015 às 07h16min - Atualizada em 06/10/2015 às 07h16min

Promotora encaminha processo de improbidade de prefeito à Câmara

Ronaldo Couto
Reprodução

A promotora Vânia Marçal foi cientificada de uma decisão judicial que a determinou que enviasse cópia à Câmara Municipal de Aragarças do processo de improbidade administrativa contra o prefeito Aurélio Mendes, investigado na operação Tarja Preta do Ministério Público de Goiás que apura superfaturamento na compra de medicamentos e que resultou na prisão de doze prefeitos no estado.

A documentação foi enviada para as providências, conforme solicitação da Justiça, para que o legislativo aragarcense possa tomar as providências que achar que são necessárias para o caso.

No mês passado, a promotora esteve na Câmara participando de uma reunião discutindo o caos da saúde e na ocasião ela cobrou uma providência por parte dos vereadores.

“À própria Câmara afirmou que se tivesse alguma prova contra o prefeito, tomaria uma postura. Agora, diga a Câmara a que veio”, frisou a promotora em comunicado.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.2%
4.4%
17.2%
77.2%