28/09/2015 às 13h08min - Atualizada em 28/09/2015 às 13h08min

Capilé visita advogados de Barra do Garças nesta segunda

Assessoria

O pré-candidato à presidência da OAB-MT, Fábio Capilé, visita nesta segunda-feira (28/9) escritórios de advocacia em Barra do Garças, interior de Mato Grosso. A ideia é conhecer mais de perto os problemas enfrentados pelos advogados locais. “A OAB deve estar mais próxima do advogado em todas as regiões. Faz parte do papel da Ordem tentar combater os problemas da advocacia que respingam, inclusive, na prestação jurisdicional”, diz Capilé.

Advogados que atuam no interior de Mato Grosso têm destacado pelo menos cinco problemas os quais enfrentam na rotina do exercício da advocacia. A qualidade da internet, a burocracia do Estado para o pagamento de honorários da advocacia dativa, o aviltamento dos honorários advocatícios, a falta de juízes e a falta de atuação mais intensa da OAB na defesa das prerrogativas dos advogados. Capilé afirma que estes e outros problemas estão sendo relatados por cada advogado que tem visitado no interior.

O pré-candidato entende que a OAB deve ter independência e não pode estar vinculada a vontades e interesses de grupos que lhe impeçam de buscar a defesa do advogado e da sociedade. Segundo ele, não é admissível em hipótese alguma qualquer tipo de vinculação político-partidária da instituição. “É preciso coibir qualquer pretensão de utilização da instituição para trampolim político eleitoral”, avalia.

O advogado já se manifestou publicamente contra a reeleição para a presidência da Ordem. Segundo ele, é preciso haver uma oxigenação dentro da entidade. O advogado também já se posicionou contra a boca de urna e classificou tal prática como um “processo constrangedor”.

Ele é professor universitário há quase uma década e tem uma boa relação com a “jovem advocacia”. Capilé foi o primeiro presidente da Comissão do Jovem Advogado de Mato Grosso. Nos últimos seis anos, consecutivos, tem sido o professor homenageado por seus alunos do curso de Direito.

Capilé visita escritórios de Nova Xavantina e Água Boa, na terça-feira (29/9). Na quarta-feira (30/9), ele estará em Canarana, Ribeirão Casacalheira e Querência. Na quinta (1º/10), ele visita advogados de Confresa e Vila Rica. Capilé já esteve em escritórios de advocacia nas cidades da Jaciara, Poxoreo, Sorriso, Sinop, Peixoto de Azevedo, Juara e Campo Novo dos Parecis, entre outras.
Eleições

Entre os nomes cotados à disputa estão os de Pio da Silva e José Moreno, da oposição. Ambos, inclusive, já concorreram ao posto, mas não ganharam as eleições. Pelo grupo situacionista, aparece Léo Capataz, Eder Pires e Cláudia Aquino. Capilé é apontado como um candidato independente.

A eleição do novo presidente da OAB-MT acontece em novembro. Dos 15 mil advogados ativos, de acordo com a OAB, só têm direito a voto os que estão adimplentes com o órgão - aproximadamente 9,7 mil advogados. O número exato de quem está apto a concorrer só é fechado dias antes de acontecer a votação. A votação será por meio de urna eletrônica nas 29 seccionais espalhadas pelo Estado. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.7%
75.2%