24/07/2015 às 11h25min - Atualizada em 24/07/2015 às 11h25min

Moradores reclamam da situação que se encontra o cemitério

Agência da Notícia
Agência da Notícia

Falta muro, sobram lixos, sujeira e mato. Assim está o cemitério municipal de Confresa, pelo menos, segundo o fiscal tributário Naílson Nunes, que foi até o local no último final de semana acompanhar o enterro de dois amigos e ficou chocado com a situação, tanto que encaminhou um ofício para a Câmara de Vereadores e outro para a prefeitura pedindo providências, mas até agora não recebeu resposta.

"Minha avó está enterrada lá e no dia que fui para o enterro de dois amigos que faleceram vi o descaso. Já tinham me falado mas não sabia que estava nestas condições", comentou Nailson, que também fez um vídeo e divulgou na internet.

Segundo ele, nem mesmo serviços básicos, como uma simples limpeza, não é realizado. "Tudo está mal conservado, parece que te apenas um coveiro, e ele não da conta de fazer tudo sozinho, é um descaso, uma desolação uma falta de respeito com aqueles que já se foram", destacou o fiscal.

Lembrando que em algumas partes do cemitério os túmulos são no chão, alguns até mesmo sem nenhum símbolo, e como os caminhos onde as pessoas deveriam passar está tomado pela sujeira, muitas vezes acabam passando por cima de túmulos, o que pode causar um dano, ou até mesmo um acidente.

Esta não foi a primeira vez que moradores de Confresa reclamaram aqui no Agência da Notícia das condições do cemitério municipal de Confresa, a cerca de dois anos, após uma denúncia, a equipe de jornalismo do site foi até o local constatar a veracidade dos fatos e foi impedida de entrar, sendo ameaçada com pedras por um funcionário, sendo necessária a presença da Polícia Militar para garantir a integridade dos profissionais e o direito a realizarem suas ações.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
4.8%
16.7%
77.2%