22/07/2015 às 12h13min - Atualizada em 22/07/2015 às 12h13min

Plano de prioridades para reabertura do Parque da Serra Azul será apresentado dia 30

Assessoria
Ronaldo mazza/ALMT

O deputado estadual Max Russi (PSB) e o coordenador de Unidade de Conservação da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Alexandre Batistella, se reunirão no próximo dia 30, com autoridades de Barra do Garças, para apresentar um plano de prioridades de ações para reabertura do Parque Estadual da Serra Azul. A decisão foi tomada na tarde dessa terça-feira (21), em encontro com o parlamentar e a secretária Ana Luiza Peterlini.

Para Max Russi, o interesse da titular da pasta vai ao encontro da população de Barra do Garças e região, que clama pela reabertura do parque, um dos principais pontos turísticos do estado. “Estive no município e todos, sem exceção, prefeito, vereadores, secretários e moradores me fizeram a mesma cobrança, que é a reabertura do Serra Azul”, pontuou Max, garantindo que a reabertura do parque tornou-se uma prioridade para a Comissão de Indústria, Comércio e Turismo da Assembleia Legislativa, a qual preside.

Batilstella adiantou ao deputado que a reabertura será feita gradativamente. “Vamos implantar ações gradativas e pontuais. Vamos analisar a possibilidade de já liberar a rampa de vôo livre e, posteriormente, após atendidas algumas recomendações do Ministério Público, liberar a estrada que dá acesso ao Mirante do Cristo e também à Escadaria da Fé. O acesso às cachoeiras será a ultima etapa, por haver a necessidade de mais investimento em infraestrutura e mesmo de pessoal, para garantir a preservação local”.

O parque foi fechado por decisão administrativa da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), que seguiu uma recomendação do Ministério Público Estadual (MPE). A recomendação se reportava às queimadas de 2014 e está sendo mantida para cobrar a implantação de um plano de manejo. Peterlini fez questão de ressaltar, no entanto, que o MPE tem sido o principal parceiro contribuindo diretamente para as melhorias do ponto turístico, inclusive com recursos financeiros próprios da instituição.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
5.0%
16.6%
77.0%