09/07/2015 às 18h57min - Atualizada em 09/07/2015 às 18h57min

Estado estuda medidas para recapear 3 mil quilômetros de vias urbanas

Assessoria/ Secid-MT
Reprodução

A Secretaria de Estado das Cidades (Secid) estuda as medidas necessárias para realizar o recapeamento de 3,2 mil quilômetros de vias urbanas nos municípios mato-grossenses. A ação tem como base um levantamento quantitativo realizado pela Secid, em maio deste ano.

Para a coleta dos dados, foram solicitadas informações sobre as áreas de pavimentação urbana, esgotamento sanitário e distribuição de água em cada uma das localidades de Mato Grosso. Dos 141 municípios, somente sete não encaminharam as informações.

Dentre as cidades que mais possuem quilometragem asfáltica a ser recuperada estão: Cuiabá (500 km), Várzea Grande (500 km), Barra do Garças (120 km), Sinop (98,3 km), Tangará da Serra (83,2 km) e Querência (58,5 km). Juntos, os seis municípios somam 42,5% da demanda total em relação à existência de pavimento precário.

A pesquisa também aponta que, das 134 cidades que enviaram os dados, 35 possuem menos de três quilômetros de asfalto necessitando de recuperação. Há ainda casos que a presença de pavimento precário é zero. Exemplo disso são os municípios de Araguainha, Bom Jesus do Araguaia, Ipiranga do Norte, Itanhangá, Lucas do Rio Verde, Marcelândia, Nova Guarita, Nova Ubiratã, Novo Santo Antônio, Rio Branco, Salto do Céu, Santa Carmem e Vila Bela da Santíssima Trindade.

De acordo com o secretário Eduardo Chiletto, a expectativa é iniciar a recuperação das vias urbanas ainda em 2015. Para isso, será realizada a compra de maquinário específico que irá auxiliar o trabalho nas cidades. “A intenção é realizar a recuperação das ruas em parceria com os municípios”, explicou Chiletto.

A convite da Secid, o secretário Eduardo Moura, responsável pela pasta de Desenvolvimento Regional, participou da reunião e destacou que, com a compra das máquinas, o recapeamento das vias poderá ser realizado de forma programada, com base no Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental de Mato Grosso (Codema). Atualmente, Mato Grosso conta com 15 consórcios municipais.

Além dos dados referentes à pavimentação urbana, a pesquisa também aponta que 7,3 mil quilômetros de ruas não contam com qualquer pavimentação. Uma das metas da Secid é desenvolver um projeto para melhorar tal demanda nos municípios.  


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.4%
1.3%