Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
13/03/2015 às 20h00min - Atualizada em 13/03/2015 às 20h00min

Acadêmicos do Curso de Direito participam de palestra sobre combate à Violência Doméstica

Larissa Forgerini

A violência doméstica inclui diversas práticas, como abuso sexual contra crianças, maus-tratos contra idosos e agressões praticadas contra a mulher. É um problema universal que atinge milhares de pessoas, algumas vezes de forma silenciosa e dissimulada.

A Rede de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher, Coordenada pela Assistente Social do Ministério Público, Annelyse Cândida, vem realizando uma série de ações em prol do Combate a esse e a outros tipos de violência.

De acordo com a Drª Lindalva de Fátima Ramos, a Defensoria Pública começou, no ano de 2011, uma campanha denominada “Violência Contra a Mulher, Vamos Meter a Colher”, em parceria com a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Barra do Garças: “nós iniciamos palestras em escolas e municípios e verificamos que as pessoas achavam que não tinham obrigação de se envolverem nessa situação de Violência Doméstica. A partir daí, passamos a conscientizá-las de que a questão da violência doméstica e familiar, é de responsabilidade de todos nós, não apenas da vítima”.

Na manhã desta quarta-feira, 11, os acadêmicos e docentes do Curso de Direito da Faculdade Cathedral participaram de uma palestra, com a Juíza da 1ª Vara Especializada em Direito das Famílias e Sucessões de Cuiabá, Drª Angela Gimenez, que trabalha no Projeto “Revisitando o Direito das Famílias”. Neste Projeto, são realizadas diversas ações, dentre minicursos e palestras, sempre levando e fortalecendo a formação das famílias voltadas para a harmonia do lar.

“Nós combatemos a violência tentando trazer para a sociedade, uma reflexão e também alternativas para que possamos viver de uma forma mais respeitosa, mais amorosa e mais tolerante, para que cada um, dentro da sua família, seja respeitado nas suas diferenças, no seu projeto de vida, na busca da sua felicidade”, finaliza Angela.

O Juiz de Direito da 2ª Vara Criminal que julga a Violência Doméstica, Drº Wagner Plaza, afirmou que a comarca vem trabalhando junto a Rede de Enfrentamento há quase dois anos e tem observado algumas melhorias. Disse ainda, que houve uma mudança nos paradigmas do trabalho: “conseguimos uma parceria com o CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), que criou um grupo voltado a esses homens que praticam violência. O grupo é voltado para entender a realidade dos agressores, a questão cultural e ainda, mostrar a eles, a extensão do seu erro”.

Os alunos do 5º, 7º, 8º, 9º e 10º semestres do Curso de Direito que participaram da palestra, puderam constatar na prática, por meio do trabalho da Juíza, o que estão vendo na Faculdade: “nós temos como parâmetro do ensino e da construção do conhecimento do Curso de Direito da Faculdade Cathedral, aliar teoria à pratica e dessa forma, promover a formação no Curso de Direito, de um bacharel cidadão. Isso passa pelo fomento da responsabilidade, da inserção social, da interpretação da lei, não pela lei, mas sim pelo contexto social no qual está inserido”, disse o Professor Coordenador do Curso, Ronny Cesar.

Ronny ainda afirmou que palestras como esta contribui para a formação de todos: “é uma via de mão dupla, ao mesmo tempo em que oportuniza ao judiciário estar dentro da academia, possibilita que os acadêmicos enxerguem a realidade profissional pela experiência real do cotidiano dos representantes da área jurídica”.  

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90