30/12/2014 às 17h11min - Atualizada em 30/12/2014 às 17h11min

Menor de 15 que matou rapaz e baleou outro em pesque-pague de Aragarças é internado por 45 dias

Ronaldo Couto
PJC - Aragarças/GO

Está internado em um socioeducativo de Goiânia, o menor ‘L’ réu confesso do assassinato de Jeferson Nunes da Silva, 22 anos, ocorrido dia 21/12, em um pesque-pague da cidade de Aragarças, durante uma festa. 

O menor, que estava solto, foi internado segunda-feira (29) pela Polícia Civil ao cumprir decisão do Judiciário goiano, porém essa movimentação foi longe dos holofotes da imprensa local, issso porque esse caso repercutiu demais no Araguaia.

O adolescente matou Jefinho (como era conhecido) com quatro tiros numa execução por causa de um esbarrão entre eles durante a festa. A polícia suspeita que o menor teve ajuda de outras pessoas com relação a arma e a fuga.

O acusado tinha se apresentado dois dias após o crime, acompanhado de advogado, alegando que agiu em legítima defesa. Tese que não foi aceita pela polícia e baseado em testemunhas, 'L' atirou pelas costas e com dois tiros na cabeça da vítima que correu tentando se proteger.

A internação de 45 dias pode ser prorrogada ou até mesmo suspensa cuja decisão depende, posteriormente, do juiz aragarcense.

A família de Jefinho, acompanhou a entrevista do delegado, na manhã de terça-feira (30) a imprensa, e um tio da vítima parabenizou o delegado. 

“Essa internação provisória é o início do que esperamos de Justiça. Esperamos que o magistrado o mantenha internado por mais tempo”, completou. Em desabafo, o tio de Jefinho disse que a sociedade está refém dos criminosos e que jovens não podem ir qualquer festa e menores praticam crimes porque sabem que vão ficar impunes.

Sobre a organização da festa, o delegado informou que abriu inquério policial para apurar a responsabilidade dos organizadores, pois havia venda de bebida alcoólica e menores no ambiente da festa, cujo evento as autoridades policiais não tinham conhecimento.

Além de Jefinho, os disparos do menor atingiram também Vitor Ribeiro de Lima, 19 anos, baleado no braço.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.6%
17.2%
77.1%