28/12/2014 às 17h37min - Atualizada em 28/12/2014 às 17h37min

Herdeiro da cachaça 51 morre com a família em acidente aéreo

Portal R7
Reprodução/Facebook

Dos cinco ocupantes do helicóptero que caiu em Bertioga, litoral de São Paulo, na manhã deste sábado (27), três eram da mesma família. O casal Marcelo Müller, 33 anos, e Lumara Rocha Müller, 31, e Geórgia Passos Müller, 2, filha de ambos, estão entre as vítimas, segundo informação do Corpo de Bombeiros de Bertioga. Além dos três, morreram no acidente, o piloto Thiago Yamamoto e a babá da criança, que ainda não foi identificada.

Marcelo Müller pertencia a uma família tradicional do interior de São Paulo e era um dos donos da Companhia Müller de Bebidas, fabricante da cachaça 51.

A aeronave caiu em uma área de mangue, por volta das 10h, em frente à Marina Nacional, no fim da rua Náutica, no bairro Sítio São João, nas proximidades do km 229, da rodovia Rio-Santos. Conforme o Corpo de Bombeiros, após a queda, houve uma explosão.

O helicóptero prefixo PT-HNC pertence à empresa de táxi aéreo Helimarte. O piloto decolou do Campo de Marte, na capital, sozinho e pousou em um condomínio no Guarujá. Lá, embarcaram as outras quatro pessoas. No caminho de volta à capital paulista, aconteceu o acidente. As condições do tempo eram boas no momento.

Em nota, a Helimarte lamentou o acidente e as mortes e diz que se solidariza com as famílias das vítimas. A empresa ainda diz que “está colaborando com todos os procedimentos de resgate e apuração e informa que a aeronave estava em perfeitas condições de voo e aeronavegabilidade”.

Integrantes da Polícia Militar e Civil se deslocaram para o local do acidente. A área foi isolada para realização da perícia. As causas da queda são desconhecidas. Uma equipe do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) também deve atuar na ocorrência.

O mesmo helicóptero já havia se envolvido em outro incidente, em setembro de 2006, no Aeroporto Campo de Marte, em São Paulo, onde fica a sede da empresa. Outro aparelho pousava no pátio quando, ao fazer o giro de cauda para a parada, atingiu uma das pás do rotor principal do PT-HNC, que estava estacionado.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.7%
17.6%
76.6%