22/12/2014 às 16h29min - Atualizada em 22/12/2014 às 16h29min

Juiz não aceita Friboi substituir R$ 73 milhões bloqueados por seguro

Folha Max

O juiz Luiz Aparecido Bertolucci, da Vara de Ação Civil Pública e Ação Popular, negou quinta-feira (18) pedido do frigorífico JBS/Friboi para substituir os R$ 73 milhões bloqueados em sua conta por uma apólice de seguros. O valor é referente a uma ação em que respondem como réus  o governador Silval Barbosa (PMDB) e sua equipe econômica.

O magistrado acolheu uma ação civil pública formulada pelo Ministério Público Estadual (MPE) na qual aponta que o grupo JBS/Friboi foi beneficiado com a redução no pagamento de impostos referentes ao abate de bovinos em 13 plantas frigoríficas no Estado.

De acordo com a denúncia, a manobra gerou um prejuízo de R$ 77,5 milhões aos cofres do Estado. Dos que tiveram patrimônio bloqueado como o governador Silval Barbosa, o secretário chefe da Casa Civil, Pedro Nadaf, o secretário de Fazenda, Marcel de Souza Cursi, Edmilson José dos Santos, foi o que teve o valor mais irrisório bloqueado pela Justiça.

Esta é a segunda substituição que a empresa tenta fazer. Dias após o bloqueio, a empresa ofereceu a área de um frigorífico em Barra do Garças como garantia. Na ocasião, o magistrado destacou que o frigorífico é avaliado em R$ 52 milhões, mas já estava com 95% da área comprometida por outras decisões.

Os outros réus na ação também tentaram desbloquear os valores. Mas até o momento, nenhum deles obteve sucesso.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.6%
17.2%
77.1%