15/12/2014 às 23h55min - Atualizada em 15/12/2014 às 23h55min

Sargento é assassinado e ligação diz que ele foi o 1º de lista de policiais marcados para morrer em MT

Primeira Hora
Primeira Hora

Aelson Alves de Souza, 49, foi morto a tiros, na noite de segunda-feira (15), no Jardim Buriti, em Rondonópolis. A vítima, que era sargento da Polícia Militar (PM) e tinha acabado de sair do 5º Batalhão da corporação, foi morto com cerca de quatro tiros.

As primeiras informações são que o policial teria sido seguido por dois homens em uma motocicleta e na Rua Cassemiro de Abreu, próximo a Igreja Sal da Terra, um dos ocupantes atirou várias vezes contra ele.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e chegou a colocar Aelson dentro da ambulância, porém ele não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.

Logo após o crime, segundo informações extra oficiais, um homem teria ligado no Centro Integrado de Segurança Pública (Ciosp) dizendo que o sargento seria apenas o primeiro de uma lista de policiais marcados para morrer. A ligação teria sido realizada de um orelhão na Vila São Francisco.

O sargento Aelson é irmão do sargento Altemar. Mais detalhes terça-feira (16) aqui no Araguaia Notícia ou no Jornal Serra Azul a partir das 11h30. O caso será investigado pela Polícia Civil. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.8%
17.6%
76.5%