13/12/2014 às 14h31min - Atualizada em 13/12/2014 às 14h31min

Cacique Damião Paridzané da Marãiwatsédé recebe Prêmio Direitos Humanos 2014 com menção honrosa

Agencia da Noticia
Reprodução

O conhecido cacique, Damião Paridzané, principal líder da desocupação da Suiá Missú, algoz dos produtores rurais desabrigados, na última quarta-feira (10-12) em Brasília das mãos da presidente Dilma Rousseff o Prêmio Direitos Humanos 2014 com menção honrosa.

Ele luta há 46 anos pela Terra Indígena Marãiwatsédé, atuando no combate à violação de direitos da sua comunidade. Em 1966, os Xavante de Marãiwatsédé foram expulsos de suas terras tradicionais, em uma articulação entre a Igreja Católica, os Fazendeiros, o Governo federal e a Força Área Brasileira, de uma área que fica fora da atual demarcada, como recentemente reconhecida pela Funai.

Em 2013, houve desintrusão total de não-indígenas da Terra Indígena Marãiwatsédé. A 20ª edição do Prêmio de Direitos Humanos reafirma a missão de reconhecer a atuação fundamental do cacique Damião para divulgação de boas práticas e ações que promovem cidadania e garantia de direitos.

Durante a premiação a presidente destacou que os indígenas têm enfrentado uma árdua batalha pelo reconhecimento de suas terras contra o Agronegócio. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.8%
17.6%
76.5%