12/12/2014 às 07h47min - Atualizada em 12/12/2014 às 07h47min

Por unanimidade TSE extingue ação contra Beto Farias e encerra a 'Era Wanderlei' em Barra do Garças

Ronaldo Couto
Araguaia Notícia

O Pleno do Tribunal Superior Eleitoral extinguiu a petição do TRE/MT que afastou o prefeito de Barra do Garças Roberto Farias por 07 dias em junho deste ano. Beto voltou ao cargo com um mandado de segurança que foi julgado na sessão plenária de quinta-feira, dia12/11. O relator do processo ministro João Otávio de Noronha votou pelo provimento do mandado e foi acompanhado por todos os ministros.

A petição do TRE/MT foi proposta pelo grupo do ex-prefeito Wanderlei Farias, através do Partido da República (PR) e da sobrinha, a candidata derrotada Andréia Santos (PR) em uma denúncia do ex-candidato a deputado estadual Cândido Teles (PSB). E com o desprovimento dessa petição do TRE praticamente se encerra a 'Era Wanderlei' em Barra do Garças que afastou o povo da prefeitura e ainda se envolveu em escândalos como a venda de maquinário, sumiço de panelas das creches e asfalto 'casca de ovo' conforme investigação da Polícia Federal na operação Atlântida. 

Na votação de ontem, o relator justificou o voto ao destacar que não foi dado o direito ao contraditório ao prefeito Roberto Farias que sequer foi citado do processo do TRE/MT que resultou no seu afastamento, Noronha comentou ainda a declaração do advogado José Eduardo Alckmim de que a processo de cassação de Beto Farias e Mauro Piauí teria sido transitado e julgado, “Como é que está transitado e julgado se a parte, no caso o prefeito de Barra do Garças, não foi sequer citado, só isso já é suficiente a extinção do processo”, disse Noronha. 

Os ministros que acompanharam o voto do relator destacaram ainda que caso uma petição como essa prosperasse acabaria completamente com a segurança jurídica no país. O mandado de segurança que mantém Roberto Farias e Mauro Piauí nos cargos de prefeito e vice-prefeito foi provido por unanimidade. Esta foi mais uma investida da segunda colocada Andréia Santos (PR) de assumir a prefeitura de Barra do Garças mesmo tendo terminada em segundo lugar nas eleições. 

O prefeito através de nota agradeceu o carinho e apoio da população de Barra do Garças e destacou a luta para enfrentar a perseguição que vem sofrendo por parte dos adversários que tentam de toda forma impedir sua permanência a frente do executivo Municipal,

“A luta foi difícil, mas o importante é que a justiça foi feita e agora, estamos com as orações e o apoio da população estamos com as forças renovadas para continuar fazendo as mudanças que Barra do Garças precisa, para o Desenvolvimento e o bem estar do povo, graças a Deus, a justiça foi feita”, frisou Beto. Os advogados Dr. Rodrigo Terra Cyrineu e Dr. Ronan de Oliveira atuaram na defesa de Roberto Farias e Mauro Piauí. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.6%
16.9%
77.3%