10/01/2012 às 17h11min - Atualizada em 10/01/2012 às 17h11min

Fuga de avião é descartada durante assalto do Novo Cangaço em MT

Olhar Direto
Agência da Noticia

A fuga de avião, que chegou a ser noticiada, dos bandidos que roubaram duas agências bancárias, simultaneamente, em Confresa, a 1.180 km de Cuiabá, foi descartada pela polícia conforme o sargento Galvão revelou à reportagem do Araguaia Notícias. Um avião, que decolou de uma fazenda próxima confundiu a polícia, que inicialmente imaginou que os assaltantes davam continuidade à fuga por via aérea, porém depois se apurou que o ocupante da aeronave era um fazendeiro da região.

Os integrantes do Novo Cangaço, que fizeram o assalto, fugiram em três carros; logo no início da fuga eles jogaram dois dos veículos que utilizaram no rio Fontoura, como mostra a fogo desta caminhonete. Mais na frente, eles se livraram também de um veículo Siena e seguiram em outra caminhonete S-10, mas alguns também fugiram a pé para o meio da mata.

O assalto aconteceu por volta das 13 horas. Cerca de 15 elementos entraram atirando para render clientes e funcionários das agências e pegaram o dinheiro que estava no caixa - cerca de R$ 50 mil. Todavia, o assalto não obteve êxito porque a gerente do Banco do Brasil não estava na agência na hora do assalto, razão pela qual não havia ninguém em condições de abrir o cofre da agência.

Uma equipe da Força Tática de Barra do Garças seguiu para Confresa para dar apoio à equipe de busca aos bandidos. Outro reforço foi mandado de Cuiabá. A região do Norte Araguaia tem carência de policiamento e isso atrai as quadrilhas do Novo Cangaço, que realizaram mais de quarenta assaltos no ano passado só em Mato Grosso.

Por volta das 22 horas, à polícia informou a Agencia da Notícia que os bandidos seguiram para Porto Alegre do Norte e abandonaram o carro em que fugiam, a caminhonete utlizada no assalto, a 20 km de Confresa, próximo a gleba Xavante. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »