Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
19/06/2024 às 08h38min - Atualizada em 19/06/2024 às 08h38min

MT apresenta produção florestal sustentável em evento com compradores internacionais

Governo do Estado é parceiro da iniciativa que mostra como funciona a cadeia da madeira nativa rastreada da floresta ao consumidor final

Sedec - MT
Araguaia Noticia
Assessoria Sedec-MT
A produção florestal sustentável de Mato Grosso é apresentada a compradores internacionais, entre os dias 17 e 21 de junho, na 5ª edição do Dia de Floresta, realizado em Alta Floresta (790 km de Cuiabá). 

O evento é uma iniciativa do setor de base florestal de Mato Grosso e conta com apoio do Governo do Estado e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), ligada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, para o marketing da madeira brasileira no exterior. 

Durante o evento em Alta Floresta, 10 compradores dos Estados Unidos, Bélgica, França, África do Sul, Polônia, Alemanha e Uruguai conferem de perto como funciona a rastreabilidade da cadeia florestal no Estado, da floresta ao consumidor final.

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Sedec), Cesar Miranda, destaca que o setor florestal de madeira nativa produz com responsabilidade e é preciso mostrar essa eficiência para o mundo. 

"Os manejos da floresta nativa são realizados dentro da reserva legal das propriedades privadas. Em cada hectare são extraídas, em média, quatro árvores, conforme prevê a legislação ambiental. Nossos produtores preservam os 80% das propriedades dentro do bioma amazônico e geram renda com a floresta de forma responsável e sustentável", ressalta.

De acordo com o presidente do Fórum Nacional de Atividades de Base Florestal (FNBF) e vice-presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), Frank Rogieri, o objetivo do evento é aumenta a participação mato-grossense no mercado mundial.

"O Brasil detém a maior floresta tropical do mundo, mas participa apenas com 2% do mercado mundial. Nós podemos muito mais e vamos mostrar a qualidade da indústria brasileira, em especial aqui em Alta Floresta. Temos uma produção de madeira com responsabilidade social e muito compromisso com o meio ambiente", afirma.

Mato Grosso possui 5 milhões de hectares de florestas manejadas e conservadas, e a expectativa do setor é de chegar a 6 milhões de hectares até 2035. 

Em 2022, o setor produziu 7 milhões de metros cúbicos de madeira a partir de Planos de Manejo Florestal Sustentável (PMFS), gerou 12 mil empregos diretos e exportou 86 mil toneladas de madeira em 2023. As informações são do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem). 

Conforme o presidente da ApexBrasil, Jorge Viana, manter a floresta em pé e gerar renda com madeira rastreada e certificada são as razões que levaram a agência a promover e posicionar o país como referência mundial nas práticas de manejo florestal sustentável.

“Queremos aproximar o empresariado amazônico dos mercados internacionais, organizando o setor produtivo em torno de desafios comuns e trazendo os compradores do mundo todo para conhecer o potencial dos produtos da floresta, que apresentam alto valor agregado”, pontua.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90