Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
15/06/2024 às 19h32min - Atualizada em 15/06/2024 às 19h32min

Polícia prende 4 por assassinato de jovem de SP que veio trabalhar em MT

G1 MT
Araguaia Notícia
Quatro pessoas foram presas, na sexta-feira (14), suspeitas de envolvimento na morte do jovem Francisco Nascimento, de 21 anos, que desapareceu em março deste ano, em Diamantino, a 299 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Civil, Francisco foi vítima de uma emboscada.

Segundo a família, o jovem era morador de Cruz das Posses (SP) e desapareceu enquanto viajava a trabalho no distrito de Deciolândia.

Consta no boletim de ocorrência que, no dia 6 de março, Francisco saiu do hotel em que estava hospedado sem informar o local para onde iria. Na manhã do dia seguinte, os outros funcionários viram que ele ainda não tinha voltado, quando comunicaram o encarregado da empresa sobre o desaparecimento, momento em que acionaram a Polícia Civil de Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá.

Em seguida, a Delegacia de Diamantino, responsável pelo distrito de Deciolândia, iniciou as investigações para conseguir localizar o jovem. Durante a investigação, foi descoberto que ele havia frequentado um prostíbulo no distrito e feito programa com uma das mulheres do local.

Com isso, os funcionários do prostíbulo e outras testemunhas prestaram depoimento na polícia para ajudar na investigação. À polícia, uma pessoa informou que Francisco manteve contato, por telefone, com a mulher que fez o programa. De acordo com os policiais, a vítima, supostamente, tinha envolvimento com facção criminosa.

Após o contato, a mulher armou uma emboscada com Francisco, pedindo que ele comprasse drogas. Em seguida, ele foi morto por três pessoas suspeitas de integrarem uma organização criminosa, que ocultaram o corpo dele após o assassinato.

A garota de programa e os três autores do assassinato foram presos e devem responder por homicídio e ocultação de cadáver.

Entenda o caso

Na noite do desaparecimento, câmeras de segurança do hotel em que Francisco estava hospedado flagraram a vítima fora do estabelecimento segurando um objeto.

Como Francisco estava na cidade a serviço, a dona da empresa em que ele trabalhava, Érica Perna, disse que o plano era que a equipe da qual o jovem fazia parte ficasse na cidade por quatro dias e depois retornasse.

Quando ele desapareceu, a última informação que a família recebeu foi de que o jovem tinha sido visto em uma cidade próxima ao distrito de Deciolândia.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90