06/01/2012 às 16h06min - Atualizada em 06/01/2012 às 16h06min

Milhares protestam pela morte de jovem atropelada por viatura da PM

Querência em Foco
Reprodução

Uma manifestação popular aconteceu na tarde desta quarta-feira, 21, em Alta Floresta, no Norte de Mato Grosso, em prosto pela morte violenta de Natália de Carli, 22 anos, atropelada por uma viatura da Polícia Militar, em frente a uma boate da cidade, no começo da madrugada de sábado. A passeata, que saiu do local do acidente, teve a participação de milhares de pessoas, que condenaram a violência no trânsito na cidade.

O objetivo do protesto foi chamar a atenção das autoridades para crimes de trânsito, como o que vitimou Natália. “Será, primeiro, uma homenagem a nossa amiga. Mas também vamos fazer esse apelo, por um trânsito menos violento em nossa cidade. O momento é de tristeza e dor, mas também de indignação”, afirma a amiga Juliana.
Natalia de Carli, em companhia de amigos, aguardava na lateral da via, quando uma viatura da PM seguia em alta velocidade, e ao passar por um quebra molas, perdeu o controle e colheu a jovem, colidindo, posteriormente, contra um veiculo. Com o impacto, Natália foi lançada a mais de 20 metros e foi parar na calçada em baixo de uma camionete.
Revoltados, amigos e populares no local tentaram invadir a viatura, onde estavam os policias que ficaram feridos. Segundo testemunhas, a viatura não se utilizava da sirene, apenas o giro flex estava ligado. Ambos os policiais que estavam na viatura, de serviço, são recém formados, e assumiram o cargo recentemente.


Notícias Relacionadas »
Comentários »