Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
24/05/2024 às 14h07min - Atualizada em 24/05/2024 às 14h07min

Empresário é morto com 7 tiros em Barra do Garças e autores do crime queriam 'parte' na venda de cigarros VEJA VÍDEOS

Araguaia Notícia
Um crime por volta das 11 horas da manhã de sexta-feira (24/5) deixou a população de Barra do Garças-MT perplexa e assustada. O empresário Luiz Carlos Vieira dos Santos, de 58 anos, conhecido coo Luiz da Tabacaria, foi morto com sete tiros de revólver calibre 38 quando estava no seu estabelecimento comercial, a Distribuidora Trevo, na avenida Ministro João Alberto esquina com a Travessa Bandeirantes. Uma das hipóteses do crime seriam criminosos querendo 'parte' na venda de cigarros do empresário que trabalha com tabacaria. 

De acordo com o capitão da Polícia Militar, Durães, dois homens num veículo Gol G3 branco chegaram na tabacaria e foram na direção da vítima que estava atrás de um balcão e efetuaram sete tiros. O empresário morreu na hora. Após o crime, os bandidos fugiram no veículo pela avenida Ministro João Alberto e viraram na esquina da rua XV de Novembro no sentido centro para o Supermercado Catarinense.

Logo se formou um tumulto de pessoas na porta da tabacaria após ouvirem os disparos de arma de fogo. Luiz era casado com empresária Susana, ex-repórter da TV Band de Barra do Garças, que auxiliava o esposo com duas tabacarias sendo uma na Barra e outra em Aragarças.
Susana chegou logo na sequencia do ocorrido, mas não quis comentário com a imprensa. Chorando e nervosa ela pedia para ver o esposo.

O capitão Durães disse que uma linha das investigações, após ouvir testemunhas, seria a venda de cigarros onde bandidos estariam querendo interferir na venda de cigarros do comerciante obrigando a oferecer uma porcentagem. “Essa questão de venda de cigarro é apenas uma hipótese, mas que vem se aprofundar nesse caso é a Polícia Civil. Nós continuamos com o serviço de inteligência da PM auxiliando e pedimos apoio também da população se alguém tiver algum detalhe que ajude na identificação dos executores pode ligar de forma anônima no 190”, completou o capitão da PM.
 
O delegado Adriano Alencar também esteve no local e disse que apensar de ser o terceiro homicídio no intervalo de 10 dias em Barra do Garças, ele acredita que a população não deve ficar assustada pois todo homicídio tem uma motivação e as mortes não seriam aleatórias, mas ligado a um porquê. “Já trabalhei em outras cidades até mesmo mais violentas, eu diria que Barra do Garças é a uma cidade bem vigiada e logo estaremos dando resposta à sociedade pelo ocorrido”, finalizou o delegado Adriano Alencar.




 

 

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90