27/11/2014 às 08h55min - Atualizada em 27/11/2014 às 08h55min

Policial evitou que dona-de-casa caísse no golpe do falso sequestro em Barra

Ronaldo Couto
Araguaia Notícia

A Polícia Militar (PM) de Barra do Garças, na tarde de quarta-feira (26), tirou da ‘boca’ do caixa uma dona-de-casa que estava chorando e queria depositar R$ 1.500,00 na conta de golpistas que diziam que estavam com a filha dela como refém.

A dona-de-casa, que é morador de Aragarças-GO, ficou aflita ao receber a ligação dos bandidos e havia uma voz de mulher chorando pedindo socorro que a vítima acreditou que ela realmente da filha.

O esposo dela – que é pedreiro – também percebeu que poderia ser um golpe, mas mesmo assim a dona-de-casa foi até o Banco do Brasil onde fez um empréstimo na conta de 1.500,00 para depositar na conta dos bandidos.

A vítima esteve numa casa lotérica para efetuar o depósito como não conseguiu foi para Caixa Econômica Federal de Barra do Garças. Foi quando o esposo viu o policial perto do Banco do Brasil e pediu ajuda dele.

O policial pegou o telefone falou com o falso seqüestrador e percebeu que era um golpe. Logo na seqüência, a família também conseguiu falar com a filha da dona-de-casa que mora nos Estados Unidos e estava bem.

A ligação estava em número restrito, portanto desconhecido. A polícia orienta que a pessoa desligue o telefone faça um contato com alguém da família ou amigo antes de tomar qualquer atitude.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.4%
1.3%