20/11/2014 às 23h59min - Atualizada em 20/11/2014 às 23h59min

Polícia Civil esclarece homicídio de indígena em MT

Assessoria/PJC-MT

Um homicídio envolvendo dois indígenas da etnia Xavante foi esclarecido pela Polícia Judiciária Civil. O crime aconteceu, na terça-feira (18.11), em Campinápolis (658 km a Leste). O indígena Pedro Paulo Xavante Dumhiwe, 32, foi preso em flagrante, em Nova Xavantina (645 km a Leste), pelo homicídio de outro indígena, Edmilson Aoiru Tseremeywa, 30.
Os dois indígenas, apesar da mesma etnia, pertenciam a aldeias diferentes. De acordo com as investigações, o crime foi motivado por uma briga antiga envolvendo questões culturais.

O crime aconteceu na área urbana de Campinápolis, quando o acusado arremessou um bloco de concreto contra a cabeça da vítima, que caiu desacordada. Aproveitando da situação do rival, o indígena deu vários chutes e antes de deixar o local do crime, ainda saltou diversas vezes com os dois pés sobre a cabeça da vítima, que chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu de traumatismo crâniano.

Após receber a informação de que o suspeito teria fugido para Nova Xavantina, a Polícia Civil local deu início as diligências. O acusado foi localizado na casa de uma liderança indígena da cidade e após cerca de 2 horas de negociação decidiu se entregar.

O acusado foi conduzido para a Delegacia de Nova Xavantina, onde foi autuado em flagrante pelo homicídio e posteriormente encaminhado à Cadeia Pública local.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.5%
1.4%